Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4061
Tipo do documento: Dissertação
Title: Níveis dietéticos de proteína bruta para bovinos de corte em pastagem tropical
Autor: Barbizan, Mariana 
Primeiro orientador: Valente, Ériton Egidio Lisboa
Primeiro coorientador: Carvalho, Silvana Teixeira
Primeiro membro da banca: Valente, Ériton Egidio Lisboa
Segundo membro da banca: Mesquita, Eduardo Eustáquio
Terceiro membro da banca: Paula, Nelcino Francisco de
Quarto membro da banca: Garcez Neto, Américo Fróes
Resumo: Objetivou-se avaliar o efeito dos níveis de proteína bruta na dieta, ajustados com o fornecimento variável de suplemento proteico, sobre o desempenho nutricional, comportamento de pastejo e desempenho produtivo de novilhos mantidos em pasto tropical. Foram utilizados 36 novilhos não castrados (½ Angus × ½ Nelore), com idade média de 240 dias e peso corporal médio de 217,24 ± 23,90 kg, mantidos em pasto Urochloa brizantha cv. Xaraés. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro tratamentos, com duas repetições de grupo. Os tratamentos foram delineados para testar níveis crescentes de proteína bruta (PB) na dieta, com o fornecimento de suplemento proteico com 30% de PB, consistindo em: um tratamento controle (dieta apenas com forragem, com teor de 9,9% de PB) e outros três tratamentos recebendo suplemento proteico, onde a oferta de suplemento foi definida como a necessária para complementar a proteína bruta da forragem, afim de atingir os níveis de 12,4%, 14,1% e 15,7% PB na dieta. Foi observado um efeito linear positivo (P<0,05) para os consumos de suplemento, matéria seca total, proteína bruta, matéria orgânica e matéria orgânica digestível em função dos níveis de proteína bruta na dieta. Entretanto, nenhuma diferença (P>0,05) foi observada nos consumos de matéria seca da forragem, fibra em detergente neutro e nas digestibilidades de matéria seca, proteína bruta e matéria orgânica, sendo observado um efeito linear (P<0,05) apenas na digestibilidade da fibra em detergente neutro. Os níveis dietéticos de proteína bruta não influenciaram (P>0,05) o pH ruminal, no entanto, proporcionaram incrementos (P<0,05) nas concentrações de nitrogênio amoniacal ruminal, nitrogênio ureico no soro e na excreção de nitrogênio na urina. O comportamento de pastejo observado durante o período diurno apresentou um efeito linear decrescente em função dos níveis dietéticos de proteína bruta (P<0,05). Além disso, o nível de proteína bruta na dieta exerceu efeito linear crescente no desempenho dos novilhos (P<0,05). O nível crescente de proteína bruta na dieta de bovinos de corte mantidos em pastagem tropical, com o fornecimento de suplemento proteico, não afeta o consumo voluntário de forragem e melhora o desempenho nutricional e produtivo dos animais.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the effect of crude protein levels in the diet, adjusted with variable protein supplementation, on nutritional performance, grazing behavior and productive performance of young bulls kept in tropical pasture. Thirty-six young bulls (½ Angus × ½ Nelore) were used with a mean age of 240 days and mean body weight of 217.24 ± 23.90 kg, maintained on pasture Urochloa brizantha cv. Xaraés. The experimental design was completely randomized, with four treatments, with two group repetitions. The treatments were designed to test increasing levels of crude protein (CP) in the diet, with the supply of protein supplement with 30% CP, consisting of: a control treatment (diet with forage, with 9.9% CP) and three treatments receiving a protein supplement, where the supplement supply was defined as that necessary to complement the crude protein of the forage, in order to reach the levels of 12.4%, 14.1% and 15.7% CP in the diet. A positive linear effect (P<0.05) was observed in the intake of supplement, total dry matter, crude protein, organic matter and digestible organic matter as a function of crude protein levels in the diet. However, no differences (P>0.05) were observed in dry matter intake, neutral detergent fiber and dry matter, crude protein and organic matter digestibilities. A linear effect was observed (P<0.05) only in the digestibility of neutral detergent fiber. Dietary levels of crude protein did not influence ruminal pH (P>0.05); however, provided increases (P<0.05) in ruminal ammonia nitrogen, serum urea nitrogen and urine nitrogen excretion. The grazing behavior observed during the diurnal period presented a decreasing linear effect as a function of dietary levels of crude protein (P<0.05). In addition, the crude protein level in the diet exerted an increasing linear effect on the performance of young bulls (P<0.05). The increasing crude protein level in the diet of beef cattle kept in tropical pasture, with the supply of protein supplement, does not affect the voluntary intake of forage and improves the nutritional and productive performance of the animals.
Keywords: Dieta
Metabolismo proteico
Nitrogênio
Novilhos
Pastagem
Suplementação
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:ZOOTECNIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: BARBIZAN, Mariana. Níveis dietéticos de proteína bruta para bovinos de corte em pastagem tropical. 2018. 33 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, [Marechal Cândido Rondon, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4061
Issue Date: 19-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariana_Barbizan_2018.pdf719.86 kBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons