Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3823
Tipo do documento: Dissertação
Title: Práxis formativa e indústria cultural em Th. W. Adorno: (im) possibilidades de resistência?
Other Titles: Formative praxis and cultural industry in Th. W. Adorno: (im) possibilities of resistance?
Autor: Carneiro, Daniela 
Primeiro orientador: Zanella, José Luiz
Primeiro coorientador: Schütz, Rosalvo
Primeiro membro da banca: Zanella, José Luiz
Segundo membro da banca: Vaz, Alexandre Fernandez
Terceiro membro da banca: Pucci, Bruno
Quarto membro da banca: Antonio, Clésio Acilino
Resumo: O presente trabalho pretende discutir as considerações de Adorno a respeito da possibilidade ou não de resistência à atuação da indústria cultural sobre a formação dos indivíduos. Tratase de uma discussão a partir de seus escritos dos anos 1940, especificamente, Dialética do Esclarecimento e Minima Moralia. Inicialmente são apresentados os pressupostos históricos e teóricos da perspectiva adorniana sobre o exercício da práxis no mundo administrado. Destaca-se a relação entre o contexto da guerra e o suposto pessimismo de Adorno, devido à insuficiência da realização da promessa de progresso frente à realidade de dominação exercida pela razão instrumental. Ademais, são consideradas as principais noções relativas ao materialismo interdisciplinar de Horkheimer, como os princípios fundamentais da teoria crítica e sua contribuição enquanto alternativa de interpretação à ortodoxia marxista. Tendo em vista que a teoria crítica tem como matriz conceitual a análise do capitalismo apresentada por Marx, o segundo capítulo tem como objeto de discussão três categorias estratégicas que permitem verificar quais são os pontos de convergência e divergência que repercutem no pensamento de Adorno. São elas: práxis, alienação e fetichismo. Faz parte desse capítulo a discussão a respeito da problemática sobre o processo de estranhamento relativo à forma trabalho no modo de produção capitalista, o qual favorece a desumanização do homem e implica na sobreposição do mundo das coisas ao mundo dos homens. Pretende-se compreender as noções de empobrecimento do sujeito e do fetichismo da mercadoria, as quais reaparecem sob uma nova roupagem no capítulo terceiro com os esquemas da indústria cultural e sua influência nos gestos mais corriqueiros da vida. Dessa maneira, o objetivo é deixar o mais claro possível a relação entre indústria cultural, esclarecimento e dominação, destacando o modo como se configuram os indicativos para uma possível resistência ao projeto de integração total. Para tanto, é imprescindível colocar em evidência o papel do sujeito, uma vez que mesmo sendo vítima do processo de fragmentação da vida, a subjetividade lesada não pode ser abandonada, pois ela constitui um importante elemento para a tese da esperança de autorreflexão do pensar que esclarece.
Abstract: The present work intends to discuss Adorno‟s considerations regarding the possibility or not of resistance of the cultural industry performance in the formation of individuals. It is a discussion from his writings of the 1940s, specifically Dialectic of Enlightnment and Minima Moralia. Initially the historical and theoretical assumptions of the Adornian perspective on the praxis practice in the administered world are presented. The relation between the war context and the supposed pessimism of Adorno is highlighted, due to the insufficiency of promise realization of progress against the domination reality exercised by instrumental reason. In addition, the main notions of Horkheimer‟s interdisciplinary materialism are considered, such as the fundamental principles of critical theory and its contribution as an alternative interpretation of the Marxist orthodoxy. Considering that critical theory has as its conceptual matrix, the analysis of capitalism presented by Marx, the second chapter has as its object of discussion three strategic categories that allow us to verify the points of convergence and divergence which resonate in Adorno‟s thinking. They are: praxis, alienation and fetishism. It is as part of this chapter the discussion on the estrangement problematic process concerning the form of labor in the capitalist production mode which favors the dehumanization of man and implies the world of things overlapping to the world of men. It is intended to understand the impoverishment of the subject notions and the commodity fetishism which reappear under a new guise, on the third chapter, with the schemes of cultural industry and its influence to the most ordinary gestures of life. Therefore, the objective is to make the relationship between cultural industry, enlightenment and domination as clear as possible, highlighting how the indicatives are configured for a possible resistance to the project of total integration. In order to do so, it is essential to emphasize the subject role, even though being a victim of the process of life fragmentation; the prejudiced subjectivity cannot be abandoned, since it constitutes an important element for the thesis of the hope of selfreflection of thinking that enlightens.
Keywords: Adorno
práxis
indústria cultural
resistência
Adorno
praxis
cultural industry
resistance
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Francisco Beltrão
Citation: CARNEIRO, Daniela. Práxis formativa e indústria cultural em Th. W. Adorno: (im) possibilidades de resistência?. 2018. 118 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2018 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3823
Issue Date: 23-Feb-2018
Appears in Collections:Mestrado em Educação (FBE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação-DANIELACARNEIRO-versãofinal.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons