Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3264
Tipo do documento: Dissertação
Title: O adoecimento dos trabalhadores de frigorífico de frangos
Other Titles: The sickness of the chicken-broiler workers
Autor: Ruschel, Mariele Stertz 
Primeiro orientador: Mirales, Rosana
Primeiro membro da banca: Mirales, Rosana
Segundo membro da banca: Batista, Alfredo Aparecido
Terceiro membro da banca: Heck, Fernando Mendonça
Resumo: A presente dissertação tem por objeto de estudo a relação do processo de trabalho e do adoecimento dos trabalhadores em frigoríficos de frangos no município de Dois Vizinhos – PR. Com referenciais teóricos da teoria social Marx, buscou-se compreender e explicar o trabalho e os processos de trabalho, bem como precisar conceitos, em especial os relacionados à medicina do trabalho e à saúde do trabalhador, o que considerou a passagem histórica pela abordagem da saúde ocupacional. O objetivo geral foi analisar a relação entre trabalho e adoecimento dos trabalhadores afastados na agroindústria de Dois Vizinhos – PR; e os objetivos específicos: identificar o que leva os trabalhadores ao afastamento pelo adoecimento dos seus postos de trabalho na agroindústria de Dois Vizinhos – PR; e identificar e analisar como se realizam as buscas pelo enfrentamento ao adoecimento pelos trabalhadores, como o acesso ao tratamento da doença, a sua aprovação em perícia médica junto à instituição de previdência social e a sua posterior reabilitação ao trabalho. Foram adotados procedimentos metodológicos quantitativos e qualitativos, quando foram realizadas entrevistas com trabalhadoras afastadas de seus locais de trabalho. O critério para a seleção das entrevistadas partiu sem a preocupação com a doença que levou seu afastamento do local de trabalho. Outras entrevistas foram realizadas com dirigentes sindicais e estudiosos do assunto, visando aprofundar aspectos relacionados ao objeto de estudos. Também foram verificadas fontes secundárias de pesquisa para obtenção de dados de instituições do Estado, como o INSS e também para caracterizar a empresa frigorífica. Sangue, fezes, poeira, ambientes com excesso de água e extremamente frios, são características dos ambientes de trabalho nos frigoríficos de frango. Os ambientes de trabalho no frigorífico, que exige o cumprimento de normas fitossanitárias, são fechados, com poucas janelas, refrigeração artificial e manutenção de temperatura ambiente necessária para a satisfação da produção e não dos seres humanos que trabalham. O trabalho na empresa frigorífica organiza-se em turnos de produção (matutino, vespertino e noturno) e as linhas de produção determinam a velocidade, os ritmos dos movimentos e a atenção desprendida pelos trabalhadores. No modo de produção capitalista, o trabalho se distancia de sua perspectiva ontológica, centrando-se em processos que coisificam o ser social na produção de outras mercadorias voltadas a acumulação. Na contemporaneidade, decorrente da flexibilização das formas de produção e dos contratos de trabalho, o ritmo da produção faz aumentar o sofrimento e adoecimento físico e mental dos trabalhadores, o que se faz acompanhado pela perda de direitos trabalhistas e de seguridade social. Confirmou-se o que estudos anteriores fizeram, que as doenças das trabalhadoras, mesmo que individualizadas, relacionam-se diretamente ao processo de produção e de trabalho adotados pelo frigorífico. Foram decifrados mecanismos percorridos por elas, nas conseqüências decorrentes dos processos de afastamento do trabalho pelo adoecimento, como terem a suspensão de benefícios, permanecerem longos períodos sem assalariamento, serem submetidas a exames e buscas de comprovação de nexo causal entre o adoecimento e trabalho por meio de pericias, terem despensas de assistência à saúde.
Abstract: The purpose of this dissertation is to study the relationship of the work process and sickness of workers in chicken slaughterhouses in the municipality of Dois Vizinhos - PR. With theoretical references of Marx's social theory, it was sought to understand and explain work and work processes, as well as to define concepts, especially those related to work medicine and worker's health, which considered the historical passage through the approach of the occupational health. The general objective was to analyze the relationship between work and sickness of the workers in the Dois Vizinhos - PR agroindustry; and the specific objectives: to identify what drives the workers to leave by the sickness of their jobs in the agro industry of Dois Vizinhos - PR; and to identify and analyze how the searches are carried out for facing the sickness by workers, such as access to treatment of the disease, their approval in medical expertise with the social security institution and their subsequent rehabilitation to work. Quantitative and qualitative methodological procedures were adopted when interviews were carried out with workers away from their workplaces. The criterion for selecting the interviewees left without worrying about the disease that led to their departure from the workplace. Other interviews were conducted with trade union leaders and scholars, aiming to deepen aspects related to the object of studies. Secondary sources of research were also verified to obtain data from state institutions, such as the INSS and also to characterize the cold storage company. Blood, feces, dust, excessively cold environments and extremely cold, are characteristic of place where peoplework fridge. Work the chicken refrigerator, which requires compliance with phytosanitary standards, are closed, with few windows, artificial refrigeration and maintenance of the ambient temperature necessary for the satisfaction of the production and not of the working humans. The work in the cold store is organized in production shifts (morning, afternoon and evening) and the production lines determine the speed, the rhythms of the movements and the attention given by the workers. In the capitalist mode of production, labor distances itself from its ontological perspective, focusing on processes that resemble social being in the production of other commodities aimed at accumulation. In contemporary times, due to the flexibilization of the forms of production and labor contracts, the pace of production increases the suffering and physical and mental illness of the workers, which is accompanied by the loss of labor rights and social security. It was confirmed what previous studies have done, that the diseases of the workers, even if individualized, are directly related to the production and work process adopted by the refrigerator. They have been deciphered the mechanisms they have followed, in the consequences arising from the processes of withdrawal from work due to illness, such as the suspension of benefits, long periods without salary, being subjected to examinations and searches for a causal link between illness and work of experts, have health care pantries.
Keywords: Trabalho
Processo de trabalho
Saúde do trabalhador
Sickness
Work process
Health
Work
CNPq areas: SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Sociais Aplicadas
Program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Campun: Toledo
Citation: RUSCHEL, Mariele Stertz. O adoecimento dos trabalhadores de frigorífico de frangos. 2017. 145 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3264
Issue Date: 24-Aug-2017
Appears in Collections:Mestrado em Serviço Social (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariele_Ruschel_2017.pdf2.45 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.