Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3221
Tipo do documento: Dissertação
Title: Juventude e identidade: o processo de significação e construção do ser quilombola entre os(as) jovens da comunidade Adelaide Maria Trindade Batista de Palmas/Paraná
Other Titles: Youth and Identity: the process of meaning and construction of the quilombola being among the youth of the community Adelaide Maria Trindade Batista from Palmas/Paraná
Autor: Machado, Indiamara Ferreira Pickler 
Primeiro orientador: Marques, Sônia Maria dos Santos
Primeiro membro da banca: Marques, Sônia Maria dos Santos Marques
Segundo membro da banca: Nyamien, Francy Rodrigues da Guia
Terceiro membro da banca: Nunes, Georgina Helena Lima
Quarto membro da banca: Martins, Suely Aparecida
Quinto membro da banca: Zanlorenzi, Marcos Aurélio
Resumo: Esta pesquisa observou o processo de construção de identidades em uma comunidade remanescente quilombola do município de Palmas, no Estado do Paraná. A investigação teve como objetivo conhecer e analisar como se dá o processo de construção de identidades pela juventude da Comunidade Quilombola Adelaide Maria Trindade Batista. Para chegarmos as respostas pretendidas, utilizamos o tipo de pesquisa etnográfica e como métodos de coleta de dados observação participativa, Diário de Campo e entrevistas semiestruturadas. A análise dos dados coletados se deu a partir do embasamento em referenciais teóricos que discutem identidade e diferença e suas formas de representação. A partir do conceito de juventude apontado pela própria comunidade, constatamos que os sujeitos definidos como jovens se auto reconhecem como remanescentes quilombolas e preservam a cultura de seus antepassados principalmente através da religião católica e pela transmissão de memórias e costumes pelos membros mais velhos da comunidade. De acordo com as narrativas de membros mais velhos, os jovens e as jovens tem papel fundamental na continuidade da cultura e na conquista do território. No entanto, embora sejam apontados como elementos fundamentais na continuidade da cultura local, estes não tem participação ativa nas decisões da comunidade. A juventude é compreendida como uma fase de preparação para a vida adulta, de moratória social. Ainda não estão aptos a participar e tomar decisões. A família, a igreja e a escola se destacam como elementos chave na construção, transmissão e preservação da identidade há pouco assumida. Os resultados apontam que a identidade quilombola está intimamente relacionada com a escola, pois é na escola que se fomenta a todo momento a construção dessa identidade. O trabalho escolar é realizado com o objetivo de fazer com que os alunos se auto reconheçam, assumam a identidade quilombola e se orgulhem. A finalização da pesquisa evidencia a importância do papel das identidades na conquista de direito pelos povos e comunidades negras tradicionais e quilombolas, as quais vem lutando por visibilidade frente as esferas de poder há anos.
Abstract: This research observed the process of identity construction in a quilombola community in the city of Palmas, in the state of Paraná. The research was aimed at knowing and analyzing how the process of building identities by the youth of the Quilombola Community Adelaide Maria Trindade Batista. In order to arrive at the desired answers, we used the type of ethnographic research and methods of data collect participatory observation, field journal and semi-structured interviews. The analysis of the data collected was based on theoretical references that discuss identity and difference and their forms of representation. From the concept of youth pointed out by the community itself, we find that the individuals defined as young recognize themselves as remaining quilombolas and preserve the culture of their ancestors mainly through the Catholic religion and the transmission of memories and customs by the older members of the community. According to the narratives of older members, young people has a fundamental role in the continuity of culture and in the conquest of the territory. However, although they are pointed as fundamental elements in the continuity of the local culture, they do not have an active participation in the decisions of the community. Youth is understood as a stage of preparation for adult life, of social moratorium. They are not yet able to participate and make decisions. The family, church, and school stand out as key elements in the construction, transmission and preservation of identity just assumed. The results indicate that the quilombola identity is closely related to the school, because it is at school that the identity construction is encouraged at all times. The school work is carried out with the purpose of making the students recognize themselves, assume the identity of the quilombola and be proud. The conclusion of the research highlights the importance of the role of identities in the conquest of right by the traditional black and quilombola peoples and communities, who have been fighting for visibility in the spheres of power for years.
Keywords: Juventude
Quilombola
Identidade
Educação
Território
Youth
Quilombola
Identity
Education
Territory
CNPq areas: EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Campun: Francisco Beltrão
Citation: Machado, Indiamara Ferreira Pickler. Juventude e identidade: o processo de significação e construção do ser quilombola entre os(as) jovens da comunidade Adelaide Maria Trindade Batista de Palmas/Paraná. 2017. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Francisco Beltrão, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3221
Issue Date: 28-Aug-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação (FBE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Indiamara f. p. m. 2017.pdf4.43 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons