Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3046
Tipo do documento: Tese
Title: Dias Gomes Pantagruélico: diálogos e saramandices entre Gargântua e Pantagruel, o Berço do Herói, Saramandaia e Sucupira ame-a ou deixe-a
Other Titles: Pantagruelic Dias Gomes: Dialogues and “Saramandices” between Gargantua and Pantaguel, O Berço do Herói, Saramandaia and Sucupira Ame-a of Deixe-a.
Autor: Langaro, Cleiser Schenatto 
Primeiro orientador: Alves, Lourdes Kaminski
Primeiro membro da banca: Marinho, Marcelo
Segundo membro da banca: Guizzo, Antonio Rediver
Terceiro membro da banca: Cruz, Antonio Donizeti da
Quarto membro da banca: Silva, Acir Dias da
Resumo: O presente estudo resultou do cotejamento entre as obras Gargântua e Pantagruel (2009), de François Rabelais, escrita no período de transição da Idade Média para o Renascimento e as obras Sucupira, ame-a ou deixe-a: venturas e desventuras de Zeca Diabo e sua gente na terra de Odorico, o bem amado (1982), O Berço do Herói (1990) e Saramandaia (1976-2013), de Dias Gomes, escritor e dramaturgo brasileiro do século XX. O diálogo proposto a partir do estilo e da visão cômica do mundo norteou a análise comparativa das elaborações estéticas nas obras. A reflexão sobre a estética do realismo grotesco, criatural, suas variações e sobre o lastro cultural do riso rabelaisiano, carnavalesco e ambivalente, estabeleceu o diálogo com as produções contemporâneas de Dias Gomes a partir dos temas, situações, personagens e imagens que traduzem a cultura cômica popular. Dias Gomes abordou e ressignificou, em suas obras cômicas e satíricas, temas e aspectos estilísticos presentes em Gargântua e Pantagruel. Os estudos constataram o interesse dos escritores em interferir na cosmovisão do leitor, cada qual em sua temporalidade, e gerar ou impulsionar reflexões na contramão da ordem hegemônica e do regime político/religioso oficial, bem como das normas estéticas. A farsa e o riso carnavalesco e ambivalente, o realismo grotesco, o realismo criatural, o baixo material corporal, os temas da praça pública e a linguagem familiar constituem-se como fenômenos que aproximam personagens, temas e situações narradas pelo dramaturgo brasileiro à obra de Rabelais. O estilo de Rabelais ecoa nas produções de Dias Gomes.
Abstract: This paper is an outcome of the comparison between the works "Gargantua and Pantagruel" (2009), written by François Rabelais in the transition from the Middle Ages to Renaissance, and the works "Sucupira, ame-a ou deixe-a: venturas e desventuras de Zeca Diabo e sua gente na terra de Odorico, o bem amado" (1982), O berço do herói (1990) and Saramandaia (1976-2013), written by twentieth century Brazilian writer and playwright Dias Gomes. The dialog proposed from style and a comic vision of the world guided a comparative analysis of the esthetic projections in the works. A reflection about the esthetics of grotesque realism, the creature-esque, its variations and about the cultural aspect of Rabelais-ish, mocking and witty kind of humor established the dialogue with Dias Gomes' current-day productions, starting from the themes, situations, characters and images that translate the popular comic culture. Dias Gomes approached and re-signified -- in his comic and satirical works -- subjects and style aspects found in Gargantua and Pantagruel. Studies point out to these writers' interest in interfering with the readers' worldview and in generating or boosting reflections that walk the opposite way of the hegemonic powers and the official political and religious regime -- not to mention the rules of aesthetics. Farce and the mocking and witty humor, as well as the creature-centered realism, the low body material, everyday talk topics and language used in the family are phenomena that bring characters, themes and situations narrated by the Brazilian playwright closer to the works of Rabelais. The style of Rabelais echoes in the productions of Dias Gomes.
Keywords: Gargântua e Pantagruel
Cultura cômica popular
Realismo grotesco
Dias Gomes
Gargantua and Pantagruel
Popular comic culture
Grostesque realism
Dias Gomes
CNPq areas: LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Comunicação e Artes
Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Campun: Cascavel
Citation: LANGARO, Cleiser Schenatto. Dias Gomes Pantagruélico: diálogos e saramandices entre Gargântua e Pantagruel, o Berço do Herói, Saramandaia e Sucupira ame-a ou deixe-a. 2017. 365 f. Tese( Doutorado - Programa de Pós-Graduação em Letras) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3046
Issue Date: 30-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cleiser_Langaro2017.pdf2.92 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.