Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2960
Tipo do documento: Dissertação
Title: Estudo do efeito da coadministração da quercetina com tamoxifeno na atividade colinergética e antioxidante do hipocampo de ratas ovariectomizadas
Other Titles: Study of the coadministration effect of quecetin with tamoxifen at the cholinergic and antioxidant activity at the hippocampus of ovariectomized rats
Autor: Bramatti, Isabella Calvo 
Primeiro orientador: Marek, Carla Brugin
Primeiro membro da banca: Marek, Carla Brugin
Segundo membro da banca: Itinose, Ana Maria
Terceiro membro da banca: Baroni, Silmara
Resumo: Tamoxifeno é classificado como um modulador seletivo dos receptores de estrogênio (SERM), sendo muito utilizado no tratamento contra o câncer de mama. A quercetina tem particularmente despertado interesse, principalmente por sua ação antioxidante a qual supostamente poderia vir a minimizar os danos causados pelo tamoxifeno. Devido à falta de estudos sobre a coadministração da quercetina com o tamoxifeno e a ambiguidade sobre a ação de ambos no cérebro, o objetivo deste estudo foi elucidar o efeito sobre a atividade colinérgica e defesa antioxidante. No estudo, ratas ovariectomizadas foram separadas em grupos e tratadas com tamoxifeno (5 mg.Kg-1), quercetina (22,5 mg.Kg-1) e a coadministração de tamoxifeno (5 mg.Kg-1) mais quercetina (22,5 mg.Kg-1). O hipocampo foi isolado e utilizado para a determinação da atividade da acetilcolinesterase, butirilcolinesterase da superóxido dismutase e catalase e dos marcadores de dano oxidativo (lipoperoxidação e dosagem de grupamentos tióis). Foi possível observar a ação oxidante do tamoxifeno no hipocampo, onde agiu como antagonista nos receptores de estrogênio, aumentando a lipoperoxidação, os níveis de tióis e diminuindo a atividade da catalase; além de um efeito colinérgico com a diminuição da atividade da acetilcolinesterase e butirilcolinesterase. Quando coadministrada a quercetina com o tamoxifeno, pode-se observar que em uma situação de estresse oxidativo, a quercetina age como pró-oxidante na dose estudada.
Abstract: Tamoxifen is classified as a selective estrogen receptor modulator, with much use in the treatment of breast cancer. Quercetin has aroused interest, mainly for its antioxidant action, which may minimize the damage caused by tamoxifen. Due to the lack of studies about the coadministration of quercetin with tamoxifen, the objective of this study was to elucidate the effect upon the cholinergic activity and antioxidante defense. At the study, ovariectomized rats were separated into groups and treated with tamoxifen (5 mg.Kg-1), quercetin (22,5 mg.Kg-1) and the coadministration of tamoxifen (5 mg.Kg-1) plus quercetin (22,5 mg.Kg-1). The hippocampus was isolated and utilized for the determination of acetylcholinesterase and butyrylcholinesterase activity, superoxide dismutase and catalase activity, and the oxidative damage markers (lipid peroxidation and dosage of thiols groups). It was possible observe the oxidant effect of tamoxifen at the hippocampus, where acted like an antagonist at the estrogen receptors, increasing the lipid peroxidation, levels of thiol groups and attenuating catalase activity; in addition to a cholinergic effect, with the decrease of acetylcholinesterase and butyrylcholinesterase activity. When coadministered the quercetin with tamoxifen, it can be seen that at a situation of oxidative stress, the quercetin acts like pro oxidant in the studied.
Keywords: Colinesterases
Estresse oxidativo
Flavonoide
SERM
cholinesterases
Flavonoid
Oxidative stress
CNPq areas: CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Médicas e Farmacêuticas
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas
Campun: Cascavel
Citation: BRAMATTI, Isabella Calvo. Estudo do efeito da coadministração da quercetina com tamoxifeno na atividade colinergética e antioxidante do hipocampo de ratas ovariectomizadas. 2017. 69 f. Dissertação(Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2960
Issue Date: 6-Feb-2017
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Farmacêuticas (CVL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Isabella Calvo Bramatti.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons