Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2896
Tipo do documento: Dissertação
Title: Distribuição geográfica e conjuntura atual das usinas de biocombustíveis da região Sul do Brasil
Autor: Guimarães, Adriano Ferreira 
Primeiro orientador: Silva, Edson Antonio da
Primeiro membro da banca: Silva, Edson Antonio da
Segundo membro da banca: Rocha Júnior, Weimar Freire da
Terceiro membro da banca: Zapparoli, Irene Domenes
Resumo: A busca por soluções alternativas para a produção de energia de forma limpa e menos agravante ao meio ambiente vem sido discutida e fomentada pelos governos há algumas décadas e tem crescido desde a década de 1970 após a crise do petróleo. A preocupação com a poluição ambiental e com a emissão de gases causadores do efeito estufa, tem resultado em estudos dos impactos ambientais causados, sobretudo pela queima de combustíveis fósseis. Estes estudos tem reforçado cada vez mais a importância da produção em escala comercial dos biocombustíveis. Na atualidade, existem muitas pesquisas referentes ao tema, porém, não foram encontrados estudos específicos sobre a distribuição espacial das usinas produtoras de biocombustíveis da região sul do Brasil, bem como sua relação com fatores edafoclimáticas como: o clima, o relevo, o tipo de solos e outras características como o escoamento da produção que influenciaram em sua instalação, sendo este, o objetivo principal dessa pesquisa. Neste ensejo, buscou-se apresentar a distribuição espacial das usinas produtoras de biocombustíveis dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, cadastradas na Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível - ANP, os quais foram associados aos dados de produção de matéria prima, adquiridos na plataforma do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE e aos dados de produção de carnes, gorduras animais, soja e cana-de-açúcar no site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, ademais sobrepostos à estes foram adicionadas as possíveis vias de escoamento da produção, dados estes adquiridos na Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT. Dentre os resultados obtidos constatou-se que o Rio Grande do Sul é o maior produtor de biodiesel da Região Sul, possuindo dez usinas que utilizam a soja como matéria-prima para a produção; já o estado do Paraná, por sua vez, mesmo sendo o segundo maior produtor de soja do Brasil, é o maior produtor de etanol, com 29 usinas a partir da cana-de-açúcar; a produção de Santa Catarina é inexpressiva, com apenas uma usina de biodiesel de soja. A utilização de gordura animal na Região Sul é quase inexistente, mesmo sendo esta, a maior produtora aviária e suína do país, demonstrando um potencial ainda inexplorado regionalmente.
Abstract: The search for alternative solutions for clean and less environmentally friendly energy production has been discussed and fostered by governments for some decades and has grown since the 1970s following the oil crisis. Concern about environmental pollution and the emission of greenhouse gases has resulted in studies of the environmental impacts caused, above all by the burning of fossil fuels. These studies have increasingly reinforced the importance of commercial-scale production of biofuels. At the present time, there is a lot of research related to the subject, however, no specific studies on the spatial distribution of the biofuel production plants of the southern region of Brazil have been found, as well as their relation with edaphoclimatic factors such as: climate, relief, type of Soils and other characteristics such as the flow of production that influenced its installation, this being the main objective of this research. The purpose of this paper was to present the spatial distribution of the biofuel production plants of the states of Paraná, Santa Catarina and Rio Grande do Sul, registered at the National Agency of Petroleum, Natural Gas and Biofuel - ANP, which were associated with production data Of raw material, purchased on the platform of the Brazilian Institute of Geography and Statistics - IBGE, and data on the production of meat, animal fats, soy and sugarcane on the website of the Ministry of Agriculture, Livestock and Food Supply (MAPA). These were added the possible ways of disposal of the production, data acquired from the National Land Transport Agency (ANTT). Among the results obtained, it was verified that Rio Grande do Sul is the largest producer of biodiesel in the South Region, with ten plants that use soybean as raw material for production; While the state of Paraná, in turn, is Brazil's second largest producer of soybeans, the largest producer of ethanol, with 29 sugarcane mills; The production of Santa Catarina is inexpressive, with only one soybean biodiesel plant. The use of animal fat in the Southern Region is almost non-existent, even though this is the largest poultry and pork producer in the country, showing a potential still unexplored regionally.
Keywords: Biodiesel
Etanol
Região Sul
Distribuição geográfica
Bioful
South region
Geografic distribution
CNPq areas: ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Engenharias e Ciências Exatas
Program: Programa de Pós-Graduação em Bioenergia
Campun: Toledo
Citation: GUIMARÃES, Adriano Ferreira. Distribuição geográfica e conjuntura atual das usinas de biocombustíveis da região Sul do Brasil. 2017. 132 f.. Dissertação (Mestrado em Bioenergia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, 2017 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2896
Issue Date: 9-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Bioenergia (TOL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriano Ferreira Guimaraes 2017.pdf4.9 MBAdobe PDFView/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons