Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2571
Tipo do documento: Dissertação
Title: Análise criminológica da subcultura delinquencial em Foz do Iguaçu: para além da fronteira entre o crime e a repressão
Other Titles: Criminal analysis of delinquent subculture in Foz do Iguaçu: beyond crime and repression
Autor: Abreu, Marcos Araguari de 
Primeiro orientador: Santos, José Carlos dos
Primeiro membro da banca: Dittrich, Ivo José
Segundo membro da banca: Misse, Michel
Resumo: O objetivo da pesquisa apresentada nesta dissertação é analisar, do ponto de vista criminológico, as configurações socioculturais e criminais da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina, mais precisamente na cidade de Foz do Iguaçu, estado do Paraná. O estudo se desenvolve através das matrizes criminológicas da teoria da subcultura delinquente, que o criminologista estadunidense Albert Kircidel Cohen construiu a partir da observação da delinquência juvenil nos Estados Unidos da América durante as décadas de 1950 e 1960, e, ainda, por meio do conceito de sujeição criminal introduzido por Michel Misse, sociólogo e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A pesquisa se inicia com a exposição dos aspectos numéricos da violência fronteiriça e dos discursos construídos a esse respeito. Em seguida, são exploradas as matrizes teóricas da subcultura delinquencial, no que tange à construção de lógicas laborais e psicossociais específicas à ambientação fronteiriça em Foz do Iguaçu. Parte da análise se perfaz sobre um conjunto de episódios de crimes violentos (homicídios) ocorridos na região norte da cidade, mais especificamente nas circunvizinhanças do bairro Porto Belo, buscando a identificação das dinâmicas e percepções sociocriminais que cultuam a ilicitude e o contrabando como elementos dinamizadores da realidade local. Por fim, são investigados os discursos sociais, dentre os quais o midiático, e o modo como absorvem e reproduzem as lógicas laborais e psicossociais, em mecanismos de carnavalização a partir de conceitos do filósofo russo Mikhail Mikhailovich Bakhtin e de retroalimentação ou circularidade subcultural. O texto se encerra com a prospecção de conceitos específicos da realidade subcultural fronteiriça, para a construção de possíveis matrizes criminológicas de uma teoria da subcultura delinquencial para as fronteiras, com uma autocrítica, ademais, da própria posição de poder dos agentes estatais.
Abstract: The purpose of this research is to analyze, from the stand point of criminology, the sociocultural and criminal characteristics from the tripoint of Brazil, Paraguay and Argentina more precisely, Foz do Iguaçu, state of Paraná. This study is developed with the aid of criminology matrices according to the theory of delinquent subculture, which Albert Kircidel Cohen created from observing juvenile delinquency in the United States of America during 1950 and 1960, and through the concept of criminal subjection, introduced by Michel Misse, sociologist and lecturer at Federal University of Rio de Janeiro. Firstly, the research introduced numerical aspects and reasoning about violence at the tripoint, followed by the theoretical matrices of delinquent subculture are explored, referring to the creation of labor and psychosocial logic exclusive to Foz do Iguaçu s tripoint. Part of the analysis amplifies a series of violence incidents homicide in the north region of the city, more specifically the neighborhood of Porto Belo, identifying the dynamics and sociological and criminal perceptions that worship illegality and smuggling as driving forces of local reality. Finally, social discourse are investigated, among which the media and how they absorb a reproduce labor and psychosocial logics with the aid of carnavalization from the studies of the Russian philosopher Mikhail Mikhailovich Bakhtin and feedback or subcultural continuity. To conclude, the prospects of specific concepts of the tripoint socio-cultural reality are used to create potential criminology matrices of a delinquent subculture theory for frontiers with self-criticism, moreover, the role of state agents.
Keywords: criminologia
subcultura
delinquência
violência - Foz do Iguaçu
Tríplice Fronteira (Argentina, Brasil, Paraguai)
subculture
delinquent
frontier
CNPq areas: CIENCIAS HUMANAS:SOCIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Educação, Letras e Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Cultura e Fronteiras
Campun: Foz do Iguaçu
Citation: ABREU, Marcos Araguari de. Análise criminológica da subcultura delinquencial em Foz do Iguaçu: para além da fronteira entre o crime e a repressão. 2015. 174 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade, Cultura e Fronteiras) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Foz do Iguaçu, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2571
Issue Date: 1-Dec-2015
Appears in Collections:Mestrado em Sociedade, Cultura e Fronteiras (FOZ)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marcos_Abreu_2017.pdf10.27 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.