Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2462
Tipo do documento: Tese
Title: No meio do caminho tinha uma pedra porosa: a metaficção da modernidade à Pós-modernidade
Other Titles: Midway through there was a porous stone: metafiction of modernity to postmodernity
Autor: Valério, Alessandra Cristina 
Primeiro orientador: Silva, Regina Coeli Machado e
Primeiro membro da banca: Pereira, Diana Araujo
Segundo membro da banca: Lottermann, Clarice
Terceiro membro da banca: Fortes, Rita das Graças Felix
Quarto membro da banca: Ciacchi, Andrea
Quinto membro da banca: Cruz, Antonio Donizeti da
Resumo: A pesquisa ora apresentada tem por objetivo abordar o fenômeno literário da metaficção e sua atuação, em especial, a partir do conjunto de princípios estéticos e políticos que se convencionou designar por pós-modernismo, ao qual se atribui a condição crucial de descritor da cultura contemporânea. Partindo do levantamento das lacunas e contradições críticas de outras abordagens do mesmo objeto, a proposta é proceder a nossa própria construção conceitual sobre esse modelo ficcional, remanescente de uma importante tradição filosófica e literária, articulada em torno do desenvolvimento cognitivo e estético da autoconsciência e autorreflexividade modernas (GUMBRECHT, 1998). Tendo em vista que a maior parte dos estudos sobre a metaficção, até então, tende a exaurir as particularidades de um único objeto (autor, obra), eximindo-se de estabelecer conexões mais amplas entre as diferentes manifestações autoconscientes e autorreflexivas e as linhas epistêmicas gerais que constituem as formas de atuação do pensamento contemporâneo, a presente investigação procura construir um esquema interpretativo que integre essas descontinuidades em um conjunto maior de experiências culturais autoconscientes. Trata-se de estabelecer uma linha de conexão entre a autoconsciência literária moderna (CERVANTES, STERNE, JOYCE) e a metaficção pós-moderna, que evidencie as principais diferenças e articulações entre as formas de atuação dos modelos autorreferentes em cada contexto. Para tal, foi necessária a articulação de uma abordagem enunciativa do fenômeno literário que não se restringisse aos aspectos imanentes, postura muito solidificada em algumas perspectivas críticas, mas que considerasse a urgente necessidade de compreender a literatura como um sistema complexo de comunicação. Em virtude disso, a alternativa teórica que se apresentou como a mais producente para este caso foi a abordagem pragmática do ato literário, anunciada já há algum tempo pela Teoria dos Atos de Fala de Austin e Searle, desenvolvida no âmbito literário por Derrida (1992), Culler (1999) e Maingueneau (1996).
Abstract: The research presented here is intended to address the literary phenomenon of metafiction and its performance, in particular, from the set of aesthetic and political principles that are conventionally designated by postmodernism, which is assigned the crucial condition descriptor of contemporary culture. From the survey of gaps and critical contradictions of other approaches to the same object, the proposal is to make our own conceptual construction of this fictional model, reminiscent of an important philosophical and literary tradition, articulated around the cognitive and aesthetic development of self-awareness and modern self-reflexivity (GUMBRECHT, 1998). Given that most of the studies of metafiction, until then, tends to exhaust the characteristics of a single object (author, work), exempting to establish wider connections between different self-conscious manifestations and self-reflexive and the epistemic lines in general, which are the forms of contemporary thought, this research seeks to build an interpretive system that integrates these discontinuities in a larger set of self-conscious cultural experiences. It is a connection line between modern literary self-consciousness (CERVANTES, STERNE, JOYCE) and postmodern metafiction, giving evidence of the main differences and connections between forms of activities of self-referential models in each context. To this end, the articulation of an expository approach to literary phenomenon that is not limited to the immanent aspect was necessary, much solidified position on some critical perspectives, but to consider the urgent need to understand literature as a complex communication system. As a result, the theoretical alternative that presented itself as the most productive in this case was the pragmatic approach of the literary act, announced some time ago by the Theory of Speech Acts of Austin and Searle, developed in the literary context by Derrida (1992), Culler (1999) and Maingueneau (1996).
Keywords: Autoconsciência
Autorreflexividade, Metaficção, Performatividade
Pós-modernismo
Self-awareness
Self-reflexivity, metafiction, Performativity
Postmodernism
CNPq areas: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Linguagem e Sociedade
Program: Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Letras
Citation: VALÉRIO, Alessandra Cristina. Midway through there was a porous stone: metafiction of modernity to postmodernity. 2016. 160 f. Tese (Doutorado em Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2462
Issue Date: 6-Jun-2016
Appears in Collections:Doutorado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alessandra_ valerio.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.