Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2356
Tipo do documento: Tese
Title: O jardim de si: paisagens líricas de Claudia Roquette-Pinto
Other Titles: The self garden: Lyric landscapes of Claudia Roquette-Pinto
Autor: Guizzo, Antonio Rediver 
Primeiro orientador: Cruz, Antonio Donizeti da
Resumo: A pesquisa ora apresentada focalizou-se em reflexões e análises sobre a lírica de Claudia Roquette-Pinto, partindo do pressuposto de que a obra artística é constituída por quatro dimensões, autor, sociedade, obra e imaginário, que se engendram em um diálogo no qual não há síntese, mas uma relação de completariedade, de união indissolúvel de contrários. Neste contexto, perscrutamos a lírica da autora, constituída em uma zona de fronteira entre saturação da ordem social moderna econômica, orientada pelo aproveitamento planejado dos recursos e pela dominação da natureza, e a insurgência pós-moderna de uma ordem ecológica, na qual se privilegia a fruição destes recursos no presente. A partir dessa dualidade, traçamos, como objetivo geral, compreender como as dimensões constitutivas da obra de arte orientam e estabelecem sentidos na obra poética da autora. Na perspectiva de alcançar o objetivo proposto, sustentamos a pesquisa nos pressupostos teóricos do estruturalismo figurativo de Gilbert Durand, e seus desdobramentos nas considerações de Jean Burgos e Maria Thereza de Queiroz Guimarães Strongoli; na relação entre corpo, sociedade e alteridade, observada por Michel Maffesoli e Zygmunt Bauman; e nas questões levantadas sobre linguagem e consciência por Bakhtin e Edward Wilson, e sobre autor e obra literária por Dominique Combe, Paul Ricoeur, Alfredo Bosi, Antonio Candido e Theodor Adorno. Trata-se, portanto, de uma pesquisa bibliográfica, pautada em uma perspectiva que dialoga com a fenomenologia, sociobiologia e estruturalismo figurativo, atentando, também, a algumas considerações da hermenêutica, que se propôs a analisar a Lírica da poeta contemporânea Claudia Roquette-Pinto. Como resultado desse processo de investigação, buscamos conciliar as análises resultantes das quatro dimensões constitutivas da obra artística sob o princípio da completariedade (coexistência não excludente dos opostos), objetivando não uma síntese totalizadora das percepções colhidas da poética da autora, mas a descrição da pluralidade dos sentidos emanados de um fazer poético que se forma em um momento histórico de coexistência de diferentes ordens sociais e múltiplas comunidades estabelecidas por uma ética da estética
Abstract: The current research focused on reflections and analysis about Claudia Roquette-Pinto lyric, from the purpose that the work of art is composed by four dimensions, the writer, society, work and imaginary, engendered on a dialogue in which synthesis does not exist, but a complementary relation, an indissoluble junction of opposites. Using this perspective, this search scrutinize the writer s lyric, composed on a border zone between modern economic social order saturation, guided by the planned utilization of the resources and by nature domination, and the post-modern insurgency of an ecological order, that privileges the actual fruition of this resources. From this dualism, we delineate, as a general objective, to comprehend how the constitutive dimensions of the work of art guide and establish senses on the writer poetic work. In order to achieve the proposed objective, the research was sustained by theoretician purposes of Gilbert Durand figurative structuralism, and its unfoldings on Jean Burgos and Maria Thereza de Queiroz Guimarães Strongoli assertions; on body, society and alterity relation, investigated by Michel Maffesoli and Zygmunt Bauman; by Bakhtin and Edward Wilson questions about language and consciousness, also on subjectivity and literary work of Dominique Combe, Paul Ricoeur, Alfredo Bosi, Antonio Candido e Theodor Adorno. This research, thus, uses the bibliography method, by a perspective that dialogues with phenomenology, sociobiology and figurative structuralism, also taking into consideration some hermeneutical considerations, discipline that analyzed the lyric of Claudia Roquette-Pinto, contemporary poet. As a result of this investigation process, we intend to conciliate the resulting analysis of the four constitutive dimensions of the work of art, using the complementary principle (not excluding coexistence of the opposites), not searching a totalizing synthesis of the perceptions derived from the writer poetic, but the description of plural senses emanated of a poetic making that creates itself in an historical moment when different social orders coexist and multiple communities are established by an esthetics ethics
Keywords: Lírica
Claudia Roquette-Pinto
Subjetividade, Sociedade
Imaginário
Lyric
Claudia Roquette-Pinto
Subjectivity
Society
Imaginary
CNPq areas: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Linguagem e Sociedade
Program: Programa de Pós-Graduação "Stricto Sensu" em Letras
Citation: GUIZZO, Antonio Rediver. The self garden: Lyric landscapes of Claudia Roquette-Pinto. 2014. 181 f. Tese (Doutorado em Linguagem e Sociedade) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Cascavel, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2356
Issue Date: 18-Feb-2014
Appears in Collections:Doutorado em Letras (CVL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Antonio Guizzo.pdf1.55 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.