Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2280
Tipo do documento: Dissertação
Title: Dinâmica salarial dos trabalhadores da agropecuária brasileira: uma análise de dados espaciais (1992-2009)
Other Titles: Wage dynamics of the farming brazilian workers: an analysis of space data (1992-2009)
Autor: Estanislau, Patricia 
Primeiro orientador: Staduto, Jefferson Andronio Ramundo
Primeiro membro da banca: Bacha, Carlos José Caetano
Segundo membro da banca: Piacenti, Carlos Alberto
Resumo: O objetivo do trabalho é examinar a dinâmica das diferenças dos salários dos trabalhadores temporários e permanentes do setor agropecuário através da análise do comportamento salarial nos estados brasileiros no o período de 1992 a 2009. Para isso foi utilizada a técnica da Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE) e da modelagem econométrica espacial, e, como fonte de dados, a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (PNAD). Foram usados testes de convergência β absoluta, convergência β condicional e convergência σ. Como condicionantes ao processo de convergência β condicional foram utilizadas as variáveis média de escolaridade, experiência (captar os efeitos do capital humano) de cada segmento de trabalhadores e potência dos tratores (captar os efeitos de capital fixo). A AEDE revelou a distribuição dos salários dos trabalhadores permanentes e temporários entre os estados brasileiros. Os estados que melhor remuneravam para os trabalhadores permanentes situavam-se nas regiões Centro-Oeste, Sul e o estado de São Paulo, enquanto os piores rendimentos estavam na região Nordeste. Para os trabalhadores temporários, os melhores salários localizavam-se no Norte e no Centro-Oeste, e os rendimentos mais baixos na região Nordeste. Constatou-se autocorrelação espacial positiva dos salários dos trabalhadores agropecuários, demonstrando que a localização espacial desses salários interfere em seus valores. As formações de clusters do tipo Alto-Alto para os trabalhadores agropecuários (permanentes e temporários) situavam-se no Norte, Centro-Oeste e no Sul. Os clusters do tipo Baixo-Baixo concentram-se em estados do Nordeste do Brasil. Na autocorrelação espacial bivariada, os salários dos trabalhadores agropecuários seguem o mesmo comportamento. A relação entre salário e escolaridade tem associação positiva, mas, quando os salários se relacionam com a experiência, mostram-se negativos, e, quando os salários foram comparados ao capital fixo, então a associação espacial foi positiva. Para a distribuição salarial da taxa de crescimento dos salários desses trabalhadores, notamos que estados com salários mais baixos tinham taxas de crescimento mais elevadas (Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Piauí e Paraíba) do que aqueles que tinham salários mais elevados que, em parte, tinham suas taxas de crescimento menores (Roraima, Amapá), mostrando evidências da existência de convergência. Aplicando o modelo de defasagem espacial, comprovou-se a existência da convergência absoluta, indicando que os salários dos trabalhadores permanentes e temporários caminham rumo a um estado estacionário comum entre os estados brasileiros. Na convergência condicionada percebe-se que a velocidade da convergência é aumentada para os trabalhadores permanentes e temporários, revelando que as desigualdades salariais entre os estados tendem a diminuir. A única variável significante foi a escolaridade do trabalhador agropecuário (permanentes e temporários). O efeito espacial significante indica a existência de dois mercados de trabalhos distintos na agropecuária brasileira. O coeficiente de efeito fixo é significativo e positivo e mostra a particularidade do mercado de trabalho de cada estado brasileiro. A convergência σ dos salários dos trabalhadores temporários e permanentes da agropecuária brasileira mostra a diminuição da desigualdade salarial pela queda na dispersão dos níveis salariais. Sugere-se, todavia, uma reflexão sobre as políticas adotadas na agropecuária, que poderiam incentivar a redução da desigualdade salarial via políticas que estimulem a instrução e qualificação desse trabalhador, e serem desenvolvidas com caráter locacional, para que a região Nordeste pudesse aumentar seus níveis salariais.
Abstract: The objective of this work is to examine the wages differences dynamics of the farming sector temporary and permanent workers, through the analysis of the wage behavior in the Brazilian states on the period from 1992 to 2009. For this it was used the Space Data Exploratory Analysis (AEDE), the space econometrical modeling and as source of data the National Research of Sample of Domiciles (PNAD). It was used convergence tests β absolute, conditional convergence β and convergence σ. To the conditions of the conditional convergence β process were used the variables: schooling average, experience (to catch the human capital effect) of each segment of workers and tractor power (to catch the fixture capital effect). The AEDE disclosed the wages distribution of the permanent and temporary workers to the Brazilian states. The states that better remunerate their permanent workers were placed in Center West region, South region and the state of São Paulo, the worse incomes were in the Northeast region. For the temporary workers the best wages were situated in the regions North and Center West, and the lowest incomes in the Northeast region. It was evidenced positive special autocorrelacion of the farming workers wages demonstrating that the space localization of these wages interfere in its values. The High-High clusters formations type for the farming workers (permanent and temporary) were placed in the North, Center West and South regions. Low-Low clusters formations type concentrate in states of the Northeast region of Brazil. In the bivaried space autocorrelação the farming workers wages follow the same behavior. The relation between wage and schooling have positive association, when the wages relate with experience they showed negative and when wages were compared to fixture capital the space association was positive. For the wage distribution of the wages growth tax of these workers, we notice that states with lower wages have higher growth taxes (Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Piauí and Paraíba) of those states that had higher wages than in parts had its growth taxes lower (Roraima, Amapá), showing evidences of the convergence existence. Applying the space imbalance model it was proved the absolute convergence existence, indicating that the permanent and temporary workers wages go through a common stationary state between the Brazilian states. In the conditional convergence we notice that the convergence speed is increased for the temporary permanent workers. The only significant variable was the farming worker schooling (permanent and temporary) disclosing that the wage inaqualities between the states tend to diminish. The significant space effect indicates the existence of two distinct works markets in the Brazilian farming. The fixed effect coefficient is significant and positive and shows the work market particularitity of each Brazilian state. The convergence σ of the temporary and permanent workers wages of the Brazilian farming shows the reduction of the wage inaquality by the fall in the dispersion of wage levels. However we suggest a reflection about the politics adopted in the farming, that could stimulate the inaquality wage reduction by politics that stimulate the instruction and qualification of this worker, and to be developed with locacional character, so that the Northeast region could increase its wage levels.
Keywords: Mercado de trabalho agropecuário
Trabalhador permanente e temporário
Econometria espacial
Agricultural labour market
Permanent and temporay worker
Spacial econometrics
Agropecuária - Brasil
Mercado de trabalho agrícola
Salário rural
Trabalhadores rurais
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIAS AGRARIA E DOS RECURSOS NATURAIS::ECONOMIA AGRARIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Citation: ESTANISLAU, Patricia. Wage dynamics of the farming brazilian workers: an analysis of space data (1992-2009). 2011. 142 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2280
Issue Date: 8-Jun-2011
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Patricia Estanislau.pdf3 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.