Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2276
Tipo do documento: Dissertação
Title: A informalidade, uma resposta do projeto societário capitalista à questão social desemprego: o caso dos ex-bancários do Banestado em Cascavel
Other Titles: Job informality, a possibility in response to unemployment: the case of the ex-bank workers of Banestado in Cascavel
Autor: Alves, Pedro 
Primeiro orientador: Batista, Alfredo Aparecido
Primeiro membro da banca: Shikida, Pery Francisco Assis
Segundo membro da banca: Guerra, Yolanda Aparecida Demetrio
Resumo: O trabalho dissertativo que ora apresentamos é resultado do estudo da escolha, entre alternativas, de trabalhadores ex-bancários do Banco do Estado do Paraná Banestado em Cascavel, desligados desta instituição financeira no período compreendido entre 1995 e 2001. Delimitado o objeto na esfera de um estudo de caso, nossa pesquisa pautou-se em compreender e analisar com elementos teórico-metodológicos quantitativos e qualitativos, fundamentados em conteúdos de referência macrossocietária, marxiana e da tradição marxista, com destaque à obra O Capitalismo Tardio, de Ernest Mandel. O estudo tem como objetivo compreender e analisar as condições atuais destes trabalhadores, com enfoque específico para aqueles que estão inseridos no universo da informalidade, nos subsetores autônomo ou por conta própria e pequeno proprietário informal . Ao mesmo tempo subsidiamos esse fundamento com literatura direcionada, permitindo-nos, por meio da ortodoxia marxista, reconstruir o objeto em questão, o que nos levou a compreender que o trabalhador, na esfera informal, assim como no trabalho formal, é subordinado ao modo capitalista de produção, vendendo sua mercadoria força de trabalho e mantendo o regime em vigência. Portanto, os trabalhadores informais, oriundos da categoria trabalhadora bancária, encontram-se atualmente em condições precárias do ponto de vista social, político e econômico, em comparação ao vínculo anterior de trabalho no setor financeiro. No entanto, identificamos em nossa pesquisa que os projetos teleológicos dos trabalhadores ex-bancários foram alterados, porquanto, não alterou o grau de negação em suas relações objetivas e subjetivas.
Abstract: This essay is the result of a study of choices among the alternatives that ex-bank workers of Banco do Estado do Paraná Banestado in Cascavel, who were laid off from this financial institution between 1995 and 2001. By delimiting the object within the realm of a case study, our research was delineated around understanding and analyzing, with the help of quantitative and qualitative methodological-theoretical elements based on a macro-societal, Marxian and of Marxist tradition reference content, highlighting the work The Delayed Capitalism by Ernest Mandel. The objective of this study is to understand and analyze the conditions in which these workers are today, by focusing specifically on those that are inserted in the informality realm, in the so-called autonomous or self sufficient and informal small business owner sub-sectors. At the same time, we supported these fundaments with specific literature, thus allowing us, by means of a Marxist orthodoxy, to rebuild the object in question, which made us understand that the worker, be it at the formal or informal realm, is subordinated to the capitalistic way of production, selling its merchandise work force and keeping the regime afloat. On the other hand, the informal workers who originated from the bank worker s class, find themselves in precarious conditions as far as the social, political and economic points of view are concerned, when compared with the prior working bond in the financial sector. Thus, we have identified in our research that the teleological project of the bank s ex-workers have been altered, although it did no alter the negation degree in their objective and subjective relations.
Keywords: Trabalho
Serviços
Informalidade
Reforma do Estado
Desemprego
Ex-bancários
Mercado de trabalho
Setor informal (Economia)
Trabalho informal
Work
Services
Informality
State Reform
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA REGIONAL E URBANA::ECONOMIA REGIONAL
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Citation: ALVES, Pedro. Job informality, a possibility in response to unemployment: the case of the ex-bank workers of Banestado in Cascavel. 2005. 170 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2276
Issue Date: 29-Mar-2005
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dissertacao Pedro Alves parte 1.pdf25.98 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.