Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2247
Tipo do documento: Dissertação
Title: Análise espacial dos homicídios nos municípios do Estado do Paraná
Other Titles: Analysis of the spatial distribution of homicides in the State of Paraná
Autor: Kleinschmitt, Sandra Cristiana 
Primeiro orientador: Wadi, Yonissa Marmitt
Primeiro coorientador: Staduto, Jefferson Andronio Ramundo
Primeiro membro da banca: Lima, Jandir Ferrera de
Segundo membro da banca: Parré, José Luiz
Resumo: O objetivo central desta pesquisa é analisar a distribuição espacial dos homicídios no Estado do Paraná, entre os anos 2001 e 2005, e a relação entre este fenômeno e as variáveis socioeconômicas, demográficas e de infraestrutura urbana. O método de Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE) foi utilizado para medir o grau de autocorrelação espacial entre as variáveis estudadas, a partir das características dos 399 municípios existentes no Estado do Paraná, na atualidade. Num primeiro momento utilizou-se a AEDE para verificar a presença de autocorrelação espacial entre os municípios do Estado, considerando as taxas de homicídio. Os resultados demonstraram a existência da autocorrelação espacial das taxas de homicídio entre os municípios paranaenses. Ao considerar os mapas de clusters, verificou-se a presença de quatro grandes clusters do tipo Alto-Alto (AA) e quatro grandes clusters do tipo Baixo-Baixo (BB). As maiores taxas de homicídio foram encontradas nos clusters constituídos por municípios situados na Mesorregião Metropolitana de Curitiba, na Mesorregião Norte Central, na Mesorregião Oeste e num conjunto de municípios das Mesorregiões Centro-Sul, Centro-Ocidental, Oeste e Sudoeste. Os clusters do tipo BB constituíram-se nas Mesorregiões Noroeste e Norte Central, na Mesorregião Norte Pioneiro e na Mesorregião Sudoeste. As manifestações comuns das variáveis nos quatro clusters do tipo AA, foram: a alta média de moradores por domicílio (MMD), a alta presença de chefes de família sem renda, a baixa presença de creches, a baixa presença de equipamentos culturais, a baixa presença de população com mais de 60 anos e a baixa incidência de mortalidade infantil. As outras variáveis testadas se autocorrelacionaram nos municípios com as taxas de homicídio, mas de acordo com suas particularidades regionais.
Abstract: The central objective of this research was to analyze the spatial distribution of homicides in the state of Paraná, over the years 2001 and 2005 and the relationship between this phenomenon and socioeconomic, demographic and urban infrastructure variables as well. The method of Exploratory Spatial Data Analysis (ESDA) was used to measure the degree of spatial autocorrelation among the studied variables, based on the characteristics of the 399 municipalities in the State of Paraná, presently. Initially, the ESDA was used to check the existence of spatial autocorrelation among the state municipalities considering the homicide rates. The results demonstrated the existence of spatial autocorrelation of homicide rates in the municipalities of Paraná State. When considering the mapping of clusters, there was the indicative of four clusters of High High type- (HH) and four large clusters of low-low type (LL). The highest homicide rates were found in clusters of municipalities located in the Metropolitan Mesoregion of Curitiba, in the North Central Mesoregion, West Mesoregion, and in a number of municipalities from Center South, Center West, West and Southwest Mesoregions. The clusters of type LL were in the Northwest and in the Central North Mesoregion, and Pioneiro North and Southwest Mesoregion. The common manifestations of variables in the four clusters of HH type were: the high average of residents per home (ARH), the high number of head of family without income, low number of kindergartens, low number of cultural facilities, low number of people over 60 years and the low incidence of infant mortality. The other tested variables autocorrelated in the cities with the rates of murder, but according to their particular regions. The exception was the variables: water supply and sewerage, per capita Gross Domestic Product (GDP) and head of family over 15 years literate, not significant, at a 5% significance.
Keywords: Homicídios
Clusters
Autocorrelação espacial
Paraná
AEDE
Desenvolvimento social
Desenvolvimento urbano
Homicides
Spatial autocorrelation
Clusters
Paraná State
ESDA
Development social
Development urban
Criminalidade urbana
Crimes de homicídios - Estudo de caso
Crimes e criminosos (Distribuição espacial)
Espaço em economia
Análise espacial (Estatística)
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA REGIONAL E URBANA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Citation: KLEINSCHMITT, Sandra Cristiana. Analysis of the spatial distribution of homicides in the State of Paraná. 2009. 131 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2247
Issue Date: 6-Mar-2009
Appears in Collections:Mestrado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sandra C Kleinschmitt.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.