Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2174
Tipo do documento: Tese
Title: Juventude e desenvolvimento regional: um estudo sobre a inserção das coletividades geracionais jovens no processo de desenvolvimento da microrregião de Toledo, PR
Other Titles: Youth and regional development: a study on the insertion of the generational youth communities in the process of development of the Toledo geographic micro region, PR
Autor: Oliveira, Luciana Vargas Netto 
Primeiro orientador: Colognese, Sílvio Antonio
Primeiro membro da banca: Schallenberger, Erneldo
Segundo membro da banca: Cardin, Eric Gustavo
Terceiro membro da banca: Romero, Fanny Longa
Quarto membro da banca: Krüger, Tânia Regina
Resumo: A microrregião de Toledo, composta por vinte e um municípios, ocupa significativa posição econômica, política e social na mesorregião Oeste e no estado do Paraná, sendo considerada desenvolvida a partir dos diferentes indicadores positivos que apresenta. No entanto, percebe-se que os jovens, como um segmento populacional diferenciado, não necessariamente vem conseguindo se inserir nesse processo. Assim, o objeto da presente investigação concentra-se nas relações entre as formas de inserção dos jovens de 18 a 29 anos no processo de desenvolvimento regional e as possibilidades de mudança social. A principal hipótese é a de que haveria uma inserção desigual das diferentes coletividades geracionais jovens no desenvolvimento da microrregião, dependendo de seus respectivos níveis socioeconômicos, das suas características étnico-raciais e das relações de gênero entre as mesmas. Dessa forma, o estudo se propôs a traçar um panorama da população jovem da região, entendida como agente no processo de desenvolvimento regional a partir das teorias do desenvolvimento endógeno e investigar como se delineia a inserção dessas diferentes juventudes nos espaços econômico, social e profissional da região. Portanto, o problema de pesquisa visa compreender quais seriam as relações existentes entre as formas de inserção dos grupos geracionais jovens no processo de desenvolvimento da microrregião de Toledo e as possibilidades de mudança social. A metodologia baseou-se na pesquisa quanti-qualitativa, entendendo-as como complementares. Procedeu-se à técnica de coleta de informações em fontes de dados secundários disponibilizados por diferentes órgãos públicos, institutos de pesquisa, organizações não governamentais, entre outros, tanto no âmbito internacional, nacional, estadual e municipal. As variáveis utilizadas referem-se à educação, profissionalização, trabalho e renda. Os resultados demonstraram que aproximadamente trinta e três por cento dos jovens entre 18 e 29 anos residentes na microrregião de Toledo podem ser classificados como não inseridos no processo de desenvolvimento; em torno de trinta e seis por cento dos jovens podem ser categorizados como inseridos de forma subordinada ou precária; uma terceira classificação refere-se a um nível de inserção média, no qual se incluem vinte e nove por cento dos jovens pesquisados; e considerados sob uma forma de inserção dominante, figuram pouco mais de dois por cento destes jovens. A análise da inserção dos jovens considerando suas características étnico-raciais evidenciou que as desigualdades são ainda mais intensas, com claras desvantagens para os jovens autodeclarados pretos e pardos em relação aos autodeclarados brancos . Os resultados sobre as diferenças de gênero indicam que embora as jovens do sexo feminino possuam níveis de escolaridade mais elevados, elas representam maioria entre os jovens excluídos do mercado de trabalho e, consequentemente, da aferição de renda própria. Por outro lado, os jovens do sexo masculino, cujos níveis de escolaridade são proporcionalmente mais baixos, figuram em maior proporção no mercado de trabalho, representando a maioria em todas as faixas de renda analisadas. Logo, essas diferentes e desiguais formas de inserção das coletividades geracionais jovens da microrregião de Toledo parecem atuar como um mecanismo de reforço às hierarquias existentes, dificultando e inibindo o desenvolvimento do potencial de mudança social na região.
Abstract: The Toledo geographic micro region, consisting of twenty-one municipalities, holds a significant economic, political and social position in the western region, as well in the State of Paraná, Brazil, and is considered to be developed based on the various positive indicators it displays. However, we notice that young people, as a distinct segment of the population, have not necessarily been able to include themselves in this process. Thus, the object of this research is focused on the relationship between the different ways to integrate youth between 18 and 29 years of age in the process of regional development and the possibilities of social change. The main hypothesis is that there seems to be an unequal insertion of different generational youth communities in the development of this region, depending on their socioeconomic status, their ethnic and racial characteristics and the gender relations between them. Therefore, the study sought to give an overview of the region s young population, who is considered to be an actor in the regional development process based on the endogenous growth theories and examine how the inclusion of these different youths are outlined in the region s economic, social and professional spheres. The methodology of the research was based on the combined quantitative and qualitative approach, considering them complementary. The technique of data gathering was carried out at an international, national, state and municipal level on sources of secondary data, provided by different government agencies, research institutes, non-governmental organizations, among others. The indicators used refer to education, professional training, employment and income. The results showed that approximately thirty-three percent of young people between 18 and 29 years of age living in the micro region of Toledo can be classified as not included in the development process; around thirty-six percent of young people can be categorized as integrated subordinately or precariously; a third classification refers to an average level of integration, which include twenty-nine percent of young people surveyed; and in regard to a dominant integration form, only a little over two percent are portrayed. The analysis of the integration of young people considering their ethnic and racial characteristics showed that inequalities are even more intense, with clear disadvantages for young people self-identified as "blacks" and "browns" compared to young people self-identified as "white". The results on gender differences indicate that although young women have higher levels of education, they represent the majority among those excluded from the labor market and, consequently, from the assessment of personal income. On the other hand, the male youths, whose education levels are proportionally lower, appear in greater numbers in the labor market and represent the majority in every analyzed income group. Ergo, these different and unequal ways of integrating the young generational collectivities in the Toledo micro region appear to function as a reinforcement mechanism to the established hierarchies, which hinder and inhibit the potential development of social change in the region.
Keywords: Juventude
Desenvolvimento regional
Inserção
Mudança social
Coletividades geracionais
Youth
Regional development
Integration
Social change
Generational collectivities
Juventude - Toledo (PR : Microrregião)
Jovens - Emprego
Formação profissional
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO::CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Citation: OLIVEIRA, Luciana Vargas Netto. Youth and regional development: a study on the insertion of the generational youth communities in the process of development of the Toledo geographic micro region, PR. 2013. 290 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2174
Issue Date: 16-Dec-2013
Appears in Collections:Doutorado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Luciana Vargas Netto Oliveira.pdf3.39 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.