Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2123
Tipo do documento: Dissertação
Title: O medo: uma paixão política em Thomas Hobbes
Other Titles: Fear: a politic passion in Thomas Hobbes
Autor: Soboleski, Josete 
Primeiro orientador: Ames, José Luiz
Primeiro membro da banca: Durão, Aylton Barbieri
Segundo membro da banca: Antunes, Jadir
Resumo: O presente trabalho tem por objetivo investigar o papel do medo no desdobramento da teoria política de Thomas Hobbes. É sabido que os homens são iguais por natureza. Essa igualdade também é uma igualdade no medo, uma vez um indivíduo não pode ser caracterizado como mais forte do que os outros e isso os torna temerosos. Este medo, não é um medo qualquer, mas o medo de perder a vida, seu maior bem, de forma violenta. Por serem iguais, pode acontecer de os homens desejarem a mesma coisa ao mesmo tempo e isso os leva ao confronto violento, que Hobbes denomina como sendo um estado de guerra de todos contra todos. Sob essa perspectiva, os homens vêem-se desprotegidos e inseguros e buscam na formação do corpo político a solução para o seu problema de insegurança. O objetivo aqui é demonstrar que o medo da morte violenta é uma das principais causas da instituição do Estado, ou seja, uma paixão política motivadora que tem no Estado também um papel muito importante: ser uma aliada do poder soberano na aplicação das leis e educação dos súditos.
Abstract: The present work aims to investigate the role of fear in the unfolding of the political theory of Thomas Hobbes. It is known that men are equal by nature. This equality is also an equal fear, since an individual can not be characterized as stronger than others and this makes them fearful. This fear is not any fear, but fear of losing his life, his greatest asset, so violent. Because they are equal, it may happen that men want the same thing at the same time and that leads to violent confrontation, as Hobbes called a state of war of all against all. From this perspective, men find themselves unprotected and insecure and seek the formation of the body politic the solution to the problem of insecurity. The goal here is to demonstrate that the fear of violent death is a major cause of the state institution, or a political passion motivating the state also has a very important role: to be an ally of the sovereign power in law enforcement and education of subjects.
Keywords: Hobbes
Paixões políticas
Medo
Estado natural
Contratualismo
Estado civil
Hobbes
Political passions
Fear
Natural state
Contractualism
Status
Filosofia inglesa
Filosofia política
Emoções (Filosofia)
Corpo e mente
Direito natural
Estado
Ciência política - Filosofia
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Filosofia Moderna e Contemporânea
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Filosofia
Citation: SOBOLESKI, Josete. Fear: a politic passion in Thomas Hobbes. 2011. 113 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia Moderna e Contemporânea) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2123
Issue Date: 8-Dec-2011
Appears in Collections:Mestrado em Filosofia (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Josete Soboleski.pdf725.97 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.