Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2094
Tipo do documento: Dissertação
Title: O pensamento trágico no jovem Nietzsche: metafísica, conhecimento e redenção
Other Titles: The tragic thought in the youth Nietzsche: metaphysics, knowledge and redemption
Autor: Benvenho, Célia Machado 
Primeiro orientador: Frezzatti Junior, Wilson Antonio
Primeiro membro da banca: Marton, Scarlett Zerbetto
Segundo membro da banca: Craia, Eladio Constantino Pablo
Resumo: O pensamento trágico enquanto reflexão filosófica sobre a condição humana faz parte de todo um movimento de valorização da arte grega antiga pelos alemães no final do século XVIII. Apesar disso, Nietzsche se apresenta em seus últimos textos como o primeiro filósofo trágico. O objetivo deste trabalho é entender e justificar essa afirmação de Nietzsche, já que seu pensamento sobre o trágico, embora seja um dos mais conhecidos entre nós, não é o único. Qual a novidade apresentada por Nietzsche na sua interpretação do trágico que o definiria como primeiro filósofo trágico? Tentaremos mostrar que, para Nietzsche, a tragédia é uma obra de arte considerada suprema por possibilitar, ao mesmo tempo, uma metafísica, um modo de conhecimento que se opõe ao socrático e uma redenção. A filosofia trágica de Nietzsche, enfim, permite a afirmação da existência sob um ponto de vista estético, ou seja, possibilita uma justificativa estética da existência.
Abstract: The tragic thought while philosophical reflection about the human condition makes part of a whole movement of valorization of the old Greek art for the Germans in the end of the century XVIII. In spite of that, Nietzsche comes in his last texts as the first tragic philosopher. The objective of this work is to understand and to justify this statement of Nietzsche, even though his thought about the tragic, although it is one of the best knowing among us, it is not the only one. Which innovation is presented by Nietzsche in his interpretation of the tragic that would define him as the first tragic philosopher? We will try to show that, to Nietzsche, the tragedy is a piece of art considered supreme for making possible, at the same time, a metaphysics, a knowledge opposed to the socratic and a redemption. Nietzsche's tragic philosophy, in the end, allows the affirmation of the existence under an aesthetic point of view, which means, it makes possible an aesthetic justification of the existence.
Keywords: Apolíneo
Dionisíaco
Trágico
Metafísica
Conhecimento
Filosofia alemã
Nietzsche, Friedrich Wilhelm, 1844-1900 - Crítica e interpretação
Tragédia
Estética
Drama grego (Tragédia) - História e crítica
Apollonian
Dionysiac
Tragic
Metaphysics
Knowledge
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Filosofia Moderna e Contemporânea
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Filosofia
Citation: BENVENHO, Célia Machado. The tragic thought in the youth Nietzsche: metaphysics, knowledge and redemption. 2008. 142 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia Moderna e Contemporânea) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2094
Issue Date: 25-Jun-2008
Appears in Collections:Mestrado em Filosofia (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Celia Machado Benvenho.pdf534 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.