Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2091
Tipo do documento: Dissertação
Title: A questão da intencionalidade em Husserl e Heidegger: caminhos e descaminhos
Other Titles: The subject of intentionality in Husserl and Heidegger
Autor: Lauer, Luís Felipe Netto 
Primeiro orientador: Onate, Alberto Marcos
Primeiro membro da banca: Rego, Pedro Costa
Segundo membro da banca: Frezzatti Junior, Wilson Antonio
Resumo: O fio condutor das investigações fenomenológicas de Edmund Husserl e Martin Heidegger é o conceito de intencionalidade; sua análise tem por finalidade resolver o problema metodológico fundamental acerca do modo de abrir cientificamente a esfera dos vividos (Erlebnis). Para que se torne claro, é necessário considerá-lo formalmente. Em Husserl, a esfera dos vividos é a do ego puro ou consciência pura, e a intencionalidade é compreendida como intencionalidade da consciência; em Heidegger, trata-se do que denominou vida ou existência fáctica do Dasein, em que a intencionalidade designa o tipo de comportamento que a existência humana mantém em relação a si e para com o mundo. Este trabalho visa um confronto crítico entre as duas posições, salientando a preocupação heideggeriana com as insuficiências da atitude teorética e sua forma de conceber o campo do formal, em direção a uma investigação acerca da natureza e da formação dos conceitos e enunciados filosóficos como indicações formais.
Abstract: The conductive thread of Edmund Husserl and Martin Heidegger s phenomenological investigations is the concept of intentionality; his analysis has for purpose to solve the fundamental methodological problem concerning the scientific disclosure of the sphere of lived experience (Erlebnis). So that it becomes clear, it is necessary to consider him formally. In Husserl, the sphere of lived experience is the one of the pure ego or pure consciousness, and the intentionality is understood as intentionality of consciousness; in Heidegger, it is treated of what denominated factical life or existence of Dasein, in that the intentionality designates the type of comportment that the human existence maintains in relation to itself and to the world. This work seeks a critical confrontation among the two positions, pointing out the heideggerian concern with the inadequacies of the theoretical attitude and her form of conceiving the field of the formal, towards an investigation concerning the nature and the formation of the concepts and philosophical statements as formal indications.
Keywords: Intencionalidade
Método fenomenológico
Vida fáctica
Indicação formal
Fenomenologia
Filosofia moderna
Existencialismo
Husserl, Edmund, 1859-1938 - Crítica e interpretação
Heidegger, Martin, 1889-1976 - Crítica e interpretação
Intentionality
Phenomenological method
Factical life
Formal indication
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Filosofia Moderna e Contemporânea
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Filosofia
Citation: LAUER, Luís Felipe Netto. The subject of intentionality in Husserl and Heidegger. 2008. 102 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia Moderna e Contemporânea) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2091
Issue Date: 3-Jul-2008
Appears in Collections:Mestrado em Filosofia (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Luis Felipe Netto Lauer.pdf561.84 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.