Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1970
Tipo do documento: Dissertação
Title: Digestibilidade aparente de derivados de soja (Glycine max), parâmetros hematológicos e desempenho de juvenis de Tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus)
Other Titles: Apparent digestibility of diets the basis of derivatives of soybean (Glycine max), hematological and performance of juvenile Nile Tilapia (Oreochromis niloticus)
Autor: Brum, Jackeline Marcante Dallagnol 
Primeiro orientador: Boscolo, Wilson Rogério
Primeiro coorientador: Feiden, Aldi
Primeiro membro da banca: Signor, Altevir
Segundo membro da banca: Portz, Leandro
Resumo: O trabalho foi realizado com o objetivo de determinar os coeficientes de digestibilidade aparente dos derivados da soja: farelo de soja branco (FSB), farelo de soja extrusado e prensado (FSP), farelo de soja convencional (FSC) e o isolado protéico de soja (IPS) e uma ração referência, e avaliar se esses derivados causam prejuízos à saúde e ao desempenho da tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus). Para o primeiro estudo, foram utilizados aproximadamente 385 juvenis de tilápias com peso médio de 26±6,31g., distribuídos em cinco tanques de fundo cônico com capacidade para 90L. O delineamento experimental adotado foi o quadrado latino. Os animais foram submetidos à metodologia de coleta de fezes por sedimentação. Durante o período experimental foram mensurados os valores médios de temperatura, oxigênio dissolvido, pH e condutividade elétrica foram mensurados. O IPS apresentou o melhor índice de CDaEB de 84,33%. Para o CDaPB, não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos, apresentando valores acima de 90%. O maior valor de energia digestível (ED) foi de 4139Kcal de ED/Kg para o IPS. Para a proteína digestível (PD) o IPS apresentou o valor de 79,11%, seguido do FSB, FSC e FSP. Após o período de coleta das fezes, os peixes foram alimentados por mais 45 dias, para a avaliação dos parâmetros hematológicos e bioquímicos das tilápias. Para as análises sanguíneas, foram capturados ao acaso oito peixes com peso médio de 94,17±8,60g. Através das análises sanguíneas, observou-se que houve diferença significativa entre os tratamentos para os parâmetros hematológicos de hemoglobina e hematócrito, para os parâmetros bioquímicos foram observados maiores níveis de triglicerídeos na análise da ração referência. O segundo estudo objetivou-se avaliar o desempenho das tilápias quando submetidas às dietas a base de soja (Branco, IPS, Convencional e Soja Extrusada e Prensada). Foram utilizadas 200 tilápias com peso médio inicial de 3,6g e comprimento total médio inicial de 5,2cm, distribuídos em 20 tanques-rede experimentais, instalado em uma estufa. A distribuição dos tratamentos utilizada foi um delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e cinco repetições, durante 60 dias. Foram elaboradas cinco rações isoprotéicas e isoenergéticas com 28% de proteína digestível e 3.300Kcal de ED/Kg. Ao final do período experimental os peixes foram pesados e medidos individualmente, onde obteve-se os cálculos de ganho de peso, conversão alimentar aparente, eficiências alimentar, taxa de sobrevivência e o fator de condição. Ao final do experimento, não foram observadas diferenças estatísticas na composição centesimal dos peixes e entre os tratamentos do desempenho produtivo. Conclui-se que todos os alimentos avaliados apresentam excelentes CDa, com valores acima de 90% de digestibilidade da proteína. Os derivados da soja são alimentos altamente protéicos, com ótimos índices de disponibilidade aparente de seus nutrientes. As rações a base de soja não causam prejuízos a saúde das tilápias quando comparadas com a ração referência, e pode ser utilizado na alimentação, visando formular rações de menor custo em substituição às farinhas de origem animal para esta espécie, e que as rações a base de derivados de soja não causam prejuízos ao desempenho das tilápias quando comparadas com a ração referência.
Abstract: This work was carried out to determine the apparent digestibility of soybean products: soybean meal white (FSB), soybean extruded and pressed (FSP), conventional soybean meal (FSC) and protein isolate soybean (IPS) and the basal diet, and assess whether these derivatives cause injury to health and performance of Nile tilapia (Oreochromis niloticus). For the first study, we used approximately 385 juvenile tilapia with mean weight 26 ± 6.31 g, distributed in five conical tanks with a capacity of 90L. The experimental design was a Latin square. The animals were submitted to the method of fecal collection by sedimentation. During the experimental period were measured average values of temperature, dissolved oxygen, pH and electrical conductivity were measured. The IPS had the best CDaEB index of 84.33%. For CDaPB, there were no significant differences between treatments, with values above 90%. The largest value of digestible energy (ED) was 4139Kcal ED / kg for the IPS. To digestible protein (PD) IPS presented the value of 79.11%, followed by the FSB, and FSC FSP. After the stool collection period, fish were fed for 45 days for evaluation of hematological and biochemical parameters of tilapia. For blood tests, were captured at random eight fish weighing on average 94.17 ± 8.60 g. Through blood tests, there was a significant difference between treatments for hematological parameters of hemoglobin and hematocrit to biochemical parameters showed higher triglyceride levels in the analysis of basal diet. The second study aimed to evaluate the performance of tilapia when exposed to soy-based diets (White, IPS, and Conventional Soybean extruded and pressed). We used 200 tilapia with initial weight of 3.6 g and total length averaging 5.2 cm, distributed in 20 experimental cages, housed in a greenhouse. The distribution of treatments used was a fully cazualizado design with four treatments and five replicates for 60 days. Were prepared five isonitrogenous and isocaloric diets containing 28% digestible protein and 3,300 kcal ED / kg. At the end of the experiment, fish were weighed and measured individually, where he obtained the calculations of weight gain, feed conversion, feed efficiency, survival rate and condition factor. At the end of the experiment, there were no statistical differences in the composition of fish among treatments and productive performance. It follows that all foods have excellent CDa evaluated with values above 90% protein digestibility. Derivatives of soy are foods high protein, with excellent rates of apparent availability of its nutrients. The soy-based diets do not cause harm to health of tilapia compared with the reference diet, and can be used as food in order to formulate least cost rations for flour in place of animal origin for this species, and that feeds the base of soy products do not cause damage to the performance of tilapia compared with the reference diet.
Keywords: Proteína vegetal
Nutrição de peixes
Desempenho
Hematologia
Vegetable protein
Fish nutrition
Performance
Hematology
Tilapia do Nilo (Peixe) - Alimentação e rações
Farelo de soja como ração
Peixes - Alimentação com farelo de soja
Nutrição animal
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Citation: BRUM, Jackeline Marcante Dallagnol. Apparent digestibility of diets the basis of derivatives of soybean (Glycine max), hematological and performance of juvenile Nile Tilapia (Oreochromis niloticus). 2010. 68 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1970
Issue Date: 20-Jul-2010
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jackeline M Dallagnol.pdf669.05 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.