Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1941
Tipo do documento: Dissertação
Title: Digestibilidade de alimentos energéticos suplementados com fitase para o jundiá (Rhamdia voulezi)
Other Titles: Digestibility of energetic feeds supplemented with phytase for catfish (Rhamdia voulezi)
Autor: Lewandowski, Vanessa 
Primeiro orientador: Feiden, Aldi
Primeiro membro da banca: Bittencourt, Fabio
Segundo membro da banca: Neu, Dacley Hertes
Resumo: O objetivo do estudo foi avaliar a digestibilidade de nutrientes da aveia, quirera de arroz e do triguilho pelo jundiá (Rhamdia voulezi), com e sem suplementação de fitase. Foram utilizados 288 peixes distribuídos em 24 tanques de 500 L com fundo cônico afunilado. O delineamento experimental foi inteiramente casualisado, representado por oito tratamento e três repetições. Os tratamentos consistiram na elaboração de duas dietas referências (referência com e sem fitase), e seis dietas testes (aveia com e sem fitase, quirera de arroz com e sem fitase e triguilho com e sem fitase), em esquema fatorial, obtendo-se quatro dietas sem suplementação da enzima e quatro dietas com suplementação. Nas dietas suplementadas, foi utilizado 1500 FTU Kg-1 de fitase. Foram realizadas análises físico-químicas e de minerais (fósforo, cálcio, magnésio, ferro e cobre) dos ingredientes, dietas e fezes e realizou-se leitura de óxido de crômio das dietas e das fezes. Os coeficientes de digestibilidade observados foram submetidos à análise de variância fatorial (P>0,05). Ao constar efeito significativo foi realizado o teste de Tukey para comparação de médias. A aveia apresentou os menores coeficientes de digestibilidade para a matéria seca e energia em relação aos demais alimentos suplementados ou não com fitase. A suplementação de fitase aumentou o coeficiente de digestibilidade da matéria seca para a quirera de arroz e da energia tanto para esse alimento como para o triguilho. A suplementação enzimática apresentou maior influência na disponibilidade dos minerais para a aveia, entretanto, o triguilho apresentou os maiores coeficientes de digestibilidade dos mesmos, tanto em relação aos alimentos sem fitase como aos alimentos suplementados com a enzima. A quantidade de 1500 FTU Kg-1 na dieta melhora os coeficientes de digestibilidade dos nutrientes principalmente para a aveia e quirera de arroz. Levando em consideração os alimentos suplementados ou não com 1500 FTU Kg-1 na dieta, a quirera de arroz e o triguilho apresentam valores maiores de aproveitamento de seus nutrientes podendo ser utilizados de forma mais eficiente na alimentação do jundiá (R. voulezi).
Abstract: The aim of the study was to evaluate the digestibility of oat, rice grits, and wheat middling nutrients by silver catfish (Rhamdia voulezi), with and without phytase supplementation. We used 288 fish distributed in 24 tanks of 500 L with tapered conical bottom. The experimental design was completely randomized represented by eight treatments and three replications. The treatments consisted of two reference diets (reference with and without phytase) and six test diets (oats with and without phytase, rice grits with and without phytase and wheat middling with and without phytase), factorial design, obtaining four diets without enzyme supplementation and four diets with supplementation. In the supplemented diets we added 1500 FTU kg-1 of phytase. We performed chemical, physical and mineral (phosphorus, calcium, magnesium, iron and cupper) analysis of the ingredients, diets and feces, as well as chromium oxide measurement of the diets and feces. The digestibility coefficients observed were submitted to factorial variance analysis (P>0,05). When a significant effect was observed, the Tukey s test was performed for mean comparisons. Oat presented the lowest digestibility coefficients for dry matter and energy compared to the other feeds supplemented or not with phytase. Phytase supplementation increased the digestibility coefficient of dry matter for rice grits, and of energy both for this feed and for wheat middling. As for the use of minerals we verified that wheat middling presented the highest digestibility coefficients related to feed without phytase as much as for feed supplemented with the enzyme. The supplementation of phytase in quantity of 1500 FTU kg-1 in the diet improves the nutrients digestibility coefficients mainly for oat and rice grits. Taking into account the feeds with or without supplementation of 1500 FTU kg-1 in the diet, rice grits and wheat middling presented the highest values of its nutrients use and can be used more efficiently for silver catfish (R. voulezi) feeding.
Keywords: Aveia
Quirera de arroz
Triguilho
Enzima
Oak
Broken rice
Wheat middling
Enzyme
Jundiá (Peixe) - Nutrição
Peixe - Alimentação e rações
Enzimas na nutrição animal
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
Citation: LEWANDOWSKI, Vanessa. Digestibility of energetic feeds supplemented with phytase for catfish (Rhamdia voulezi). 2015. 59 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1941
Issue Date: 27-Feb-2015
Appears in Collections:Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca (TOL)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vanessa Lewandowski.pdf744.16 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.