Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1749
Tipo do documento: Dissertação
Title: As plantações de hortelã e as dinâmicas socioculturais da fronteira: memórias, trajetórias e estranhamentos em Mercedes (Oeste do Paraná 1960-2009)
Other Titles: The mint plantations and the socio-cultural dynamics of the frontier: memories, trajectories and differences between strangers in Mercedes (West of Paraná 1960-2009)
Autor: Backes, Gilson 
Primeiro orientador: Laverdi, Robson
Primeiro membro da banca: Montysuma, Marcos Fábio Freire
Segundo membro da banca: Schreiner, Davi Félix
Terceiro membro da banca: Frotscher, Méri
Resumo: Esta pesquisa problematiza experiências vividas nas dinâmicas socioculturais das lavouras de hortelã no município de Mercedes, Extremo-Oeste do Paraná, desde a década de 1960. Buscou-se analisar, pelas trilhas da memória, as relações de trabalho, os viveres, as tensões e estranhamentos culturais constituídos em torno desta atividade econômica, praticada por diferentes trabalhadores que migraram para a região e nela atuaram. O estudo das memórias e trajetórias sociais permitiu apreender uma realidade passada muito mais complexa em relação àquela contata pela literatura memorialista e acadêmica, de fôlego hegemônico, que paira na vida social da região. As trajetórias evidenciaram que a ocupação da região não se constituiu de forma tão planejada e consensual como tanto propalado, uma vez que muitos dos migrantes chegaram e partiram sem portarem um sentido fixo de pertencimento. Com a chegada de diferentes sujeitos, de lugares e tempos diversos, diferenças e conflitos socioculturais tornaram-se latentes, na medida em que expressas em narrativas orais de entrevistados que permaneceram naquela localidade. Esta pesquisa buscou então historicizar a formação deste espaço de fronteira de ocupação recente, problematizando a formação de sua paisagem social, a qual viveu intensas e profundas transformações no período. Na dinamicidade dos conflitos, relações e tramas sociais de pertença, as memórias tornam-se primordiais para a interpretação desta fronteira, onde as plantações de hortelã foram praticadas e, por sua vez, potencializaram tensões múltiplas e instituíram prejuízos profundos no meio ambiente
Abstract: This research probes experiences lived in the socio-cultural dynamics of the mint plantations in the borough of Mercedes, extreme West of Paraná, since 1960. We analyzed, by the ways of memory, the labor relations, the ways of life, the tensions and the cultural differences constituted around this economic activity which had been practiced through different workers that migrated to that region and worked on there. The study of memories and social trajectories let us to apprehend a past reality that was more complex than the one which was told by the memorial and academy literatures; that defends hegemonic concepts or ideas, which are part of the social life of this region. These trajectories evinced that the occupation of the region didn t has constituted by a planned and consensual form like it was divulged, because the most part of the migrant workers arrived and went out without having a sense of belonging. When different people arrived; by diverse places and times, differences and socio-cultural conflicts became latent, as it was verified in oral telling reported by people who remains in that region. This research sought, then, to study the historical events of the formation of this border space with a recent occupation, probing the formation of your social landscape, which passed by intense and deep changes in that period. In the dynamically of the conflicts, relations and social problems of pertain, memories became primordial to the interpretation of this frontier, where the increasing multiple tensions and instituting deep damages to the nature
Keywords: Memória
Lavouras de Hortelã
Dinâmicas socioculturais
Mercedes
Oeste do Paraná
Fronteira
Memory
Mint plantations
Socio-cultural dynamics
Mercedes
West of Paraná
Frontier
CNPq areas: CIÊNCIAS HUMANAS:HISTÓRIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Humanas, Educação e Letras
Program: Programa de Pós-Graduação em História
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: BACKES, Gilson. As plantações de hortelã e as dinâmicas socioculturais da fronteira: memórias, trajetórias e estranhamentos em Mercedes (Oeste do Paraná 1960-2009). 2009. 157 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1749
Issue Date: 29-May-2009
Appears in Collections:Mestrado em História (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gilson Backes_20093.79 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.