Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1654
Tipo do documento: Dissertação
Title: Determinação dos valores energéticos de farinhas de carne e ossos para suínos, ajuste e avaliação de modelos de predição da energia metabolizável
Other Titles: Determination of the energy values of meat and bone meal for swine, adjustment and evaluation of the models to predict metabolizable energy
Autor: Castilho, Ricardo Araujo 
Primeiro orientador: Pozza, Paulo Cesar
Primeiro coorientador: Nunes, Ricardo Vianna
Primeiro membro da banca: Oliveira, Newton Tavares Escocard de
Segundo membro da banca: Cella, Paulo Segatto
Resumo: O objetivo proposto neste trabalho foi determinar a composição química e energética de diferentes farinhas de carne e ossos (FCO) para suínos, assim como ajuste e avaliação de modelos para predizer seus valores de energia metabolizável (EM) utilizando conjunto de dados independentes obtidos na literatura brasileira e internacional. Foram utilizados 32 suínos, mestiços, machos castrados, com peso médio inicial de 26,75 ± 1,45 kg, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, com oito tratamentos, quatro repetições e um animal por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de uma ração-referência e sete diferentes FCO, que substituíram em 20% a ração-referência. O período experimental teve duração de 12 dias, sendo sete dias de adaptação dos animais às gaiolas de metabolismo e às rações, e cinco dias de coleta de fezes e urina sendo empregada a coleta total de fezes mediante utilização de óxido férrico (Fe2O3) como marcador fecal para definir o início e o final do período de coleta. Foi determinada a composição química das diferentes FCO, e a matéria seca, proteína bruta, extrato etéreo, fibra bruta, matéria mineral, cálcio e fósforo variaram de 92,09 a 97,25; 40,73 a 50,28; 8,68 a 12,07; 1,82 a 3,22; 31,90 a 44,66; 10,41 a 15,84 e 5,17 a 7,62%, respectivamente. Os valores de digestibilidade em pepsina da proteína, acidez em NaOH 0,1 N 100 g-1 e o diâmetro geométrico médio variaram de 48,12 a 80,78%, 0,16 a 2,05 meq 100 g-1 e 809,00 a 1262,00 μm, respectivamente. Os valores de EM das FCO variaram de 1645 a 2645 kcal kg-1. As equações de predição EM1 = -4233,58 + 0,4134EB + 72PB + 89,62MM 159,06Ca; EM2 = 2087,49 + 0,3446EB + 31,82MM 189,18Ca; EM3 = 2140,13 + 0,3845EB 112,33Ca; EM4 = -346,58 + 0,656EB; EM5 = 3221,27 + 178,96EE 76,55MM e EM6 = 5356,45 84,75MM, ajustadas no presente estudo, foram válidas para predizerem os valores de energia metabolizável das farinhas de carne e ossos obtidas em pesquisas da literatura brasileira. Contudo, não houve validação dos modelos para predizer os valores de EM das FCO de pesquisas da literatura internacional
Abstract: The aim of this study was to determine the chemical and energetic composition of seven different meat and bone meals (MBM) for swine, adjustment and evaluation of the models to predict of metabolizable energy values (ME). 32 crossbreed swine were used in order to determine the ME castrated males, averaging 26.75 ± 1.45 kg initial weight, allotted in a randomized block design with eight treatments, four replicas and one animal per experimental unit. The treatments consisted of a basal diet and seven meat and bone meals, which replaced 20% of basal diet. The experimental period was done in 12 days, seven days for the animals to adapt to metabolic cages and the diets, and five days period of total, but separated collection of feces and urine, using the ferric oxide (Fe2O3) as fecal marker to define the beginning and end of the collection period. The chemical composition of the different MBM was determined. The dry matter, crude protein, ether extract, crude fiber, ash, calcium and phosphorus ranged from 92.09 to 97.25, 40.73 to 50.28, 8.68 to 12.07, 1.82 to 3.22, 31.90 to 44.66, 10.41 to 15.84 and 5.17 to 7.62%, respectively. The values of the pepsin digestibility of crude protein, NaOH 0.1 N 100 g-1 acidity and average geometric diameter ranged from 48.12 to 80.78%, 0.16 to 2.05 meq 100 g-1 and 809.00 to 1262.00 μm, respectively. The ME values of MBM ranged from 1645 to 2645 kcal kg-1. The prediction equations EM1 = -4233.58 + 0.4134EB +72P +89.62MM -159.06Ca; EM2 = 2087.49 +0.3446EB +31.82MM -189.18Ca; EM3 = 2140.13 + 0.3845EB -112.33Ca; EM4 = -346.58 +0.656EB; EM5 = 3221.27 +178.96EE -76.55MM and EM6 = 5356.45 -84.75MM, generated in this study were effective in predicting the ME from typical Brazilian MBM, calculated from their chemical composition. However, there was no validation of predict models to the values of ME from international researches of MBM
Keywords: composição química
equação de regressão
subprodutos de abatedouros
chemical composition
regression equation
slaughterhouse by-product
prediction equation
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Produção e Nutrição Animal
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Zootecnia
Citation: CASTILHO, Ricardo Araujo. Determination of the energy values of meat and bone meal for swine, adjustment and evaluation of the models to predict metabolizable energy. 2012. 54 f. Dissertação (Mestrado em Produção e Nutrição Animal) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Marechal Cândido Rondon, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1654
Issue Date: 14-Sep-2012
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ricardo_A_Castilho.pdf309.91 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.