Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1650
Tipo do documento: Dissertação
Title: Exigência de lisina digestível para poedeiras semipesadas
Other Titles: Requeriment of digestible lysine for brown-egg laying hens
Autor: Schneider, Sandra Elisa 
Primeiro orientador: Nunes, Ricardo Vianna
Primeiro membro da banca: Bruno, Luis Daniel Giusti
Segundo membro da banca: Scherer, Carina
Terceiro membro da banca: Vieites, Flavio Medeiros
Resumo: Foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de determinar a exigência nutricional de lisina digestível para poedeiras semipesadas. O primeiro experimento foi realizado ao final do primeiro ciclo de produção, no período de 50 a 66 semanas de idade e o segundo com aves no período de 74 a 90 semanas de idade. Em ambos os experimentos, foram utilizadas 150 poedeiras semipesadas da linhagem Shaver Brow, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado (DIC) contendo cinco tratamentos (níveis de lisina digestível: 0,79; 0,82; 0,85; 0,88 e 0,91%), seis repetições e cinco aves por unidade experimental. Cada período experimental teve duração de 16 semanas, subdividido em quatro períodos de coleta dos ovos, sendo cada um correspondente a 28 dias. Foram avaliados os parâmetros de desempenho (produção, peso e massa de ovos), de consumo (ração e lisina), de conversão alimentar (dúzia e massa de ovos), de componentes dos ovos (porcentagem de gema, de casca e de albúmen) e de qualidade interna e externa dos ovos (índice de gema e de albúmen, unidade Haugh e gravidade específica). No primeiro experimento, o consumo de ração, as conversões alimentares, os percentuais dos componentes, a qualidade externa e o índice de gema dos ovos não foram influenciados (P>0,05) pelos níveis de lisina digestível, com exceção para consumo de lisina que aumentou linearmente (P<0,05) conforme aumentou o nível deste aminoácido na ração. Para o índice de albúmen e unidade Haugh, o modelo LRP (Linear Response Plateau) melhor se ajustou aos dados, estimando em 0,832% e 0,883% de lisina digestível, respectivamente. No segundo experimento, observou-se aumento linear (P<0,05) sobre o consumo de lisina conforme aumentou o nível deste aminoácido na ração e efeito quadrático (P<0,05) sobre a porcentagem de gema, estimando-se o nível de 0,837% de lisina digestível para menor valor desta variável. Os parâmetros de desempenho, consumo, conversão alimentar, porcentagens dos componentes, qualidade interna e externa não apresentaram diferenças significativas (P>0,05). Com base nos parâmetros produtivos que não foram influenciados pelos níveis de lisina das rações em ambos os experimentos é sugerido o nível de 0,79% de lisina digestível, para poedeiras semipesadas nos períodos de 50 a 66 semanas e de 74 a 90 semanas de idade
Abstract: Two experiments were carried with the aiming at determining the nutritional requirement of digestible lysine for brow-egg laying hens. The first experiment was performed at the end of the first production cycle, in the period from 50 a 66 weeks of age and the second with birds in the period from 74 to 90 weeks of age. In both experiments, 150 layers Shaver Brow laying hens, distributed in a completely randomized design, with five treatments (digestible lysine levels: 0.79, 0.82, 0.85, 0.8 and 0.91%), six replications and five birds for experimental unit. The experimental period lasted 16 weeks and it was divided in four periods of collection of the eggs, being each one corresponding to 28 days. The parameters evaluates were the productive performance (production, mass and egg´ weight), of the intake consumption (feed and lysine), of the feed conversion (mass and egg dozen), egg components (albumen, yolk and shell), of the egg quality (albumen and yolk index, Haugh units and egg shell specific quality). In the first experiment, the productive performance, the feed intake, the feeds conversions, the components percentage, egg quality and yolk index were not influenced (P>0.05) by the levels of digestible lysine, except for the lysine intake which show a linear response (P<0.05) with increase in the digestible lysine levels. For the albumen index and Haugh units, the LRP model (Linear Response Plateau) adjusted better to the data, estimating at 0.832% and 0.883 % of the lysine digestible, respectively. In the second experiment, was observed a linear increase (P<0.05) of lysine intake increased as the level of dietary lysine and quadratic effect (P<0.05) of the yolk percentages, estimating the level of 0,837% digestible lysine for the lowest percentage of yolk. Variables such as performance, consumption, feed conversion, components percents and egg quality had not shown significant differences (P>0.05). Based on productive parameters that were not influenced by levels of lysine diets in both experiments, suggested the level of 0.79% of lysine, for brow-egg laying hens in the period from 50 to 66 weeks and 74 to 90 weeks of age
Keywords: aminoácido
desempenho
Shaver Brow
postura
qualidade dos ovos
segundo ciclo de produção
amino acid
egg quality
layers
performance
second production cycle
Shaver Brow
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Produção e Nutrição Animal
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Zootecnia
Citation: SCHNEIDER, Sandra Elisa. Requeriment of digestible lysine for brown-egg laying hens. 2011. 66 f. Dissertação (Mestrado em Produção e Nutrição Animal) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Marechal Cândido Rondon, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1650
Issue Date: 30-Sep-2011
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sandra_Elisa_Schneider.PDF287.74 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.