Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1618
Tipo do documento: Dissertação
Title: Fontes de fósforo em rações orgânicas para alevinos e juvenis de tilápia do nilo (Oreochromis niloticus)
Other Titles: Phosphorus sources in organic feed for the nile tilapia fingerlings and juveniles (Oreochromis niloticus)
Autor: Dieterich, Fabiana 
Primeiro orientador: Boscolo, Wilson Rogério
Primeiro coorientador: Furuya, Wilson Massamitu
Primeiro membro da banca: Feiden, Aldi
Segundo membro da banca: Vidotti, Rose Meire
Resumo: Foram realizados dois experimentos com objetivo de avaliar duas fontes de fósforo, farinha de peixe e fosfato bicálcico, e sua combinação em rações orgânicas para alevinos e juvenis de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus). Foram utilizados 270 alevinos com peso inicial de cerca de 0,88±0,33g distribuídos em 18 tanques experimentais com capacidade para 250L e 180 juvenis de tilápia do Nilo com peso inicial de 13,63±1,05g distribuídos em 18 tanques experimentais com capacidade para 500L, em um delineamento inteiramente casualizado em um sistema indoor . Cada experimento constou de três tratamentos e seis repetições, com uma taxa de renovação diária de água equivalente a 10%, realizada através de sifonagem para eliminar as fezes e eventuais sobras de ração. Os alevinos e juvenis foram alimentados com rações de origem orgânica a base de milho, trigo e farelo de soja contendo 32% e 28% de proteína bruta (PB), para o primeiro e segundo experimento, respectivamente. As rações foram suplementadas com farinha de resíduos da industrialização de pescado de origem marinha (FP), fosfato bicálcico (FB) ou sua combinação (FP+FB), neste caso com 50% de cada fonte como fonte suplementar de fósforo. Foram monitorados parâmetros físico-químicos (OD, pH, condutividade e temperatura) e realizadas análises da água no início, aos 30 dias e 60 dias do experimento para avaliação de amônia, nitrito, fósforo e nitrato. Ao final do experimento foram avaliados índices zootécnicos e de composição química da carcaça dos peixes. Os parâmetros físico-químicos da água enquadraram-se no recomendado para a espécie nos dois experimentos. As fontes de fósforo avaliadas não influenciaram (P<0,05) os parâmetros zootécnicos como composição centesimal da carcaça e qualidade da água de cultivo dos alevinos de tilápia. Para juvenis de tilápia do Nilo os tratamentos avaliados não proporcionaram diferença significativa (p>0,05) quanto a sobrevivência, entretanto houve diferença significativa (p>0,05) para peso final, ganho de peso e conversão alimentar, indicando que os peixes alimentados com a dieta suplementada com fosfato bicálcico obtiveram menor peso final e ganho de peso quando comparados aos peixes alimentado com as dietas com suplementação de fósforo a base de farinha de peixe e com suplementação de fósforo a base de 50% de FB e 50% de FP e pior conversão alimentar que o tratamento com suplementação de fósforo a base de FP, mas não diferindo (p>0,05) do tratamento FP + FB. Os valores obtidos para fósforo na água nos experimentos 1 e 2 ficaram acima do preconizado pela Resolução 357/2005 do CONAMA, indicando a necessidade de melhorias quanto ao manejo alimentar e/ou tratamento alternativo do efluente gerado. Para alevinos é possível utilizar fosfato bicálcico, farinha de peixe ou sua combinação como fonte de fósforo, no entanto, para juvenis de tilápia do Nilo recomenda-se como suplementação de fósforo em rações orgânicas a farinha de resíduos de peixes ou a combinação de FP e FB, sendo que cada fonte deve suplementar 50% da demanda de fósforo
Abstract: Two experiments were conducted in the Aquaculture Laboratory of the Group of Studies on Aquaculture Handling (GEMAq, in the Portuguese acronyms), which, by the way, belong to the State University of the West of Paraná, in Toledo. In experiment 1, we utilized 270 Nile tilapia fingerlings (Oreochromis niloticus) with 0.88±0.33g average weight, assigned into 18 500-liter tanks, in a total random fashion, indoor system. Each experiment dealt with three treatments and six repetitions, with a daily renewal of water equivalent to 10%, done through siphonage in order to eliminate feces and occasional feed rests. The fingerlings and the juveniles was feed organic, coming from corn, wheat and soybean meal, containing 32% and 28% of gross protein (GP), for the first and the second experiment, respectively. The diets were supplemented with industrial waste seafood flour (SF), bicalcium phosphate (BF), or their combination (SF + BF), in which case both the sources contributed with 50% of phosphorus amount. Physico-chemical parameters were evaluated (OD, pH, conductivity and temperature), as well as water analyses, one in the beginning, another after 30 days and a last one in 60 days of the experiment, aiming to check the values of ammonia, nitrite, phosphrus and nitrate. At the end of the experiment, then, the evaluations focused on livestock performance data and on the fish s carcasses chemical composition. Water physico-chemical parameters fit the recommendation for the species in both the experiments. Evaluated phosphorus sources didn t influence (P<0.05) livestock performance, or the carcass centesimal composition and the water quality for the raising of Nile tilapia fingerlings. For the juveniles of Nile tilapia fingerlings, the evaluated treatments did not bring a significant difference (p>0.05) as to the survival rate. However, there was a significant difference (p<0.05) for the final weight, the weight gain and the food conversion, what indicates that the fish feds with diets supplemented with bicalcium phosphate obtained low final weight and weight gain when compared to the fish fed with the diets supplemented with phosphorus coming from seafood flour and with phosphorus supplementation equally divided, 50% BF, 50% SF and a worse food conversion when compared with the treatment based on phosphorus coming only from SF, but it didn t differ (p>0.05) from the treatment SF and BF. The values obtained for phosphorus in water in experiments 1 and 2 were above the accepted by the resolution 357/2005 of CONAMA, what indicates the necessity of improvement in relation to the food handling and/or alternate treatment of the generated effluent. For fingerlings, it is either possible to use the bicalcium phosphate, seafood flour, or their combination as source of phosphorus. However, for Nile tilapia juveniles it is recommended to use the seafood waste meal as for the phosphorus supplementation, or also the combination of SF and BF (it is important to note that each source must supplement 50% of the phosphorus demands)
Keywords: farinha de peixe
piscicultura orgânica
qualidade de água
seafood flour
organic fish care
water quality
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::AQUICULTURA::PISCICULTURA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Produção e Nutrição Animal
Program: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Zootecnia
Citation: DIETERICH, Fabiana. Phosphorus sources in organic feed for the nile tilapia fingerlings and juveniles (Oreochromis niloticus). 2010. 50 f. Dissertação (Mestrado em Produção e Nutrição Animal) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Marechal Cândido Rondon, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1618
Issue Date: 23-Feb-2010
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fabiana_Dieterich.pdf535.59 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.