Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1531
Tipo do documento: Dissertação
Title: Digestibilidade aparente de rações contendo diferentes níveis de fósforo para pacus (Piaractus mesopotamicus)
Other Titles: Apparent digestibility of diets containing different phosphorus levels for pacu (Piaractus mesopotamicus)
Autor: Lösch, Juliana Alice 
Primeiro orientador: Boscolo, Wilson Rogério
Primeiro coorientador: Feiden, Aldi
Primeiro membro da banca: Portz, Leandro
Segundo membro da banca: Signor, Arcangelo Augusto
Resumo: Foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de avaliar a digestibilidade aparente de rações contendo diferentes níveis de fósforo para pacus (Piaractus mesopotamicus). O primeiro experimento foi conduzido visando avaliar a digestibilidade de rações contendo 0,6% e 1,2% de fósforo total, através do método de decantação. Foram utilizados 60 pacus com peso médio de 151,57±6,43 g, distribuídos em seis cubas com capacidade de 180 litros, com sistema do tipo Guelph modificado, em um delineamento inteiramente casualizado. Os peixes foram alimentados com rações isoprotéicas (27%), isoenergéticas (3000 kcal/kg) e isocálcicas (1,50%), com níveis de 0,6 e 1,2% de fósforo total. As coletas de fezes foram realizadas a cada 30 minutos, visando diminuir a perdas por lixiviação dos nutrientes. Foram observadas diferenças significativas entres os tratamentos. Observa-se uma redução na digestibilidade do fósforo das dietas, com valores de 80,06% para os peixes alimentados com 0,6% de fósforo total e de 60,55% para os peixes alimentados com 1,2%. Observa-se também redução para a digestibilidade aparente do fósforo, com valores de 86,08 e 72,80% e consequentemente observa-se um aumento do fósforo residual para os peixes alimentados com 0,6 e 1,2% de fósforo total, respectivamente. Portanto, a maior digestibilidade do fósforo total e consequentemente menor excreção de fósforo nas fezes, obtida através do método de decantação, foi observada na dieta contendo 0,6% de fósforo total para pacus. O segundo experimento teve como objetivo avaliar a digestibilidade aparente de rações contendo diferentes níveis de fósforo para pacus (Piaractus mesopotamicus), através do método de dissecação intestinal e a composição centesimal da carcaça destes peixes. Foram utilizados 320 pacus com peso médio de 768,5±36,34 g, distribuídos em quatro tanques-rede com capacidade de 5m³. Os peixes foram alimentados com rações isoprotéicas, isoenergéticas e isocálcicas, contendo 27% de proteína bruta, 1,50% de cálcio, e 3000 kcal de ED/kg, com níveis de 0,6; 0,8; 1,0 e 1,2% de fósforo total. As coletas de fezes foram realizadas, por abertura lateral nos peixes, para retirada das fezes presente no reto, em seguida os peixes foram encaminhados para análise de composição centesimal da carcaça. Foram observadas diferenças significativas (P<0,01) entres os tratamentos para o coeficiente de digestibilidade aparente da dieta, digestibilidade aparente do fósforo, fósforo disponível e fósforo residual. Observa-se uma diminuição linear para digestibilidade aparente da dieta, digestibilidade aparente do fósforo com o aumento dos níveis de inclusão de fósforo na ração, sendo os maiores valores observados para a dieta com 0,6% de fósforo total na ração, enquanto que para o fósforo disponível e fósforo residual houve um aumento linear, com aumento da inclusão de níveis de fósforo total na ração. Não foram observadas diferenças significativas para a composição centesimal da carcaça dos pacus. Portanto, a maior digestibilidade do fósforo total da dieta, obtida através do método de dissecação, foi observada na dieta contendo 0,6% de fósforo total para pacu e os diferentes níveis de fósforo não influenciaram na composição química da carcaça de pacus
Abstract: Two experiments were conducted to evaluate the apparent digestibility of diets containing different levels of phosphorus for pacu (Piaractus mesopotamicus). The first experiment aimed to evaluate the apparent digestibility of diets containing different phosphorus levels for pacus, through the decantation method. A total of 60 pacus were used, averaging 151,57±6,43 g in weight, allotted in 6 180-L tanks, with Modified Guelph System, in an experimental design entirely randomized. The fish were fed isonitrogenous, isoenergetic and isocalcium diets, containing 27% of crude protein, 1,50% of calcium and 3000 kcal of DE/kg, with levels of 0,6 and 1,2% of total phosphorus. The fecal samples were taken every 30 minutes in order to decrease the loss of nutrients through leaching. We observed significant differences in treatments. There is a reduction in diets digestibility, with values of 80,06 and 60,55%, decrease in phosphorus apparent digestibility, with values of 86,08 and 72,80% and, consequently, observed a increase residual phosphorus for fish fed with 0,6 and 1,2% of phosphorus, respectively. Therefore, the greater total phosphorus digestibility and consequently lower total phosphorus excretion in feces obtained by the decantation method was observed at diet containing 0,6% of total phosphorus for pacus. The second experiment aimed evaluate the apparent digestibility of rations containing different phosphorus levels for pacus (Piaractus mesopotamicus), through intestinal dissection method. A total of 320 pacus were used, averaging 768,5±36,34 g in weight, allotted in four 5-m3 cages. The fish were fed isonitrogenous, isoenergetic and isocalcium diets, containing 27% of crude protein, 1,50% of calcium and 3000 kcal of DE/kg, with levels of 0,6; 0,8; 1,0 and 1,2% of total phosphorus. The fecal samples were performed by opening the fish side for removal of feces present in the rectum, and the fish sent for analysis of whole body chemical composition. We observed significant differences (P<0,01) between treatments for apparent digestibility coefficient of the diet, apparent digestibility of phosphorus, available phosphorus and residual phosphorus. There is a linear decrease in apparent digestibility of the diet and apparent digestibility of phosphorus with increase phosphorus levels in the diet, the highest values being observed for the diet with 0,6% of total phosphorus, while for available phosphorus and residual phosphorus there was a linear increase with inclusion levels of total phosphorus in the feed. There were no significant differences for wholly body chemical composition of pacu. Therefore, most phosphorus digestibility of the diet, obtained by intestinal dissection method, was observed in diet containing 0,6% of total phosphorus for pacu and the different phosphorus levels had no effect in whole body of pacus
Keywords: Aquicultura
Nutrição
Minerais
Nutrientes
Fósforo
Digestibilidade
Aquaculture
Nutrition
Minerals
Nutrients
Phosphorus
Digestibility
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:ZOOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: LÖSCH, Juliana Alice. Digestibilidade aparente de rações contendo diferentes níveis de fósforo para pacus (Piaractus mesopotamicus). 2013. 55 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1531
Issue Date: 19-Feb-2013
Appears in Collections:Mestrado em Zootecnia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Juliana_Losch_2013842.87 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.