Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1443
Tipo do documento: Tese
Title: Acúmulo de nutrientes e crescimento do pinhão manso no oeste do Paraná
Other Titles: Growth, production and accumulaton of nutrient of Jatropha in the west of Paraná.
Autor: Frandoloso, Jucenei Fernando 
Primeiro orientador: Lana, Maria do Carmo
Primeiro membro da banca: Moraes, Milton Ferreira de
Segundo membro da banca: Malavasi, Ubirajara Contro
Terceiro membro da banca: Vasconcelos, Edmar Soares de
Quarto membro da banca: Fey, Rubens
Resumo: O objetivo do trabalho foi de avaliar o crescimento, a marcha de absorção e acúmulo de nutrientes e a produtividade da cultura do pinhão manso na região oeste do Paraná. Para produção das mudas utilizou-se sementes procedentes de Dourados-MS sendo plantada uma semente por tubete de 120 cm 3 de substrato. O tempo de formação das mudas foi de 60 dias após semeadura. O experimento foi conduzido a campo no período de dezembro de 2009 a dezembro 2011, em espaçamento 3 x 2 m, em um Latossolo Vermelho distrófico (LVd) na Estação Experimental de Pato Bragado-PR, pertencente ao Núcleo de Estações Experimentais da Universidade Estadual do Paraná, sob as coordenadas geográficas 24°39 43 S e 54°15 53 W, e altitude de 247 m. Durante a condução do experimento foi realizada adubação de cobertura com 40 kg ha -1 de N e 40 kg ha -1 de K 2 O anualmente. O delineamento experimental foi em blocos com quatro repetições, sendo utilizada uma planta de cada bloco aos 90, 180, 270, 360, 450, 540, 630 e 720 dias após o transplantio (DAT), as quais após as medidas não destrutivas foram cortadas rente ao solo e separadas em folhas, caule, pecíolos e inflorescência e frutos, e postas para secar. As avaliações do crescimento das plantas consistiram da medida da altura de planta, diâmetro de caule, número de folhas, área da copa, massa de matéria seca de folhas, pecíolo, ramos e frutos, quando presentes, determinação da área foliar (AF), taxa de crescimento absoluto e relativo (TCA e TCR), razão de área foliar (RAF), razão peso de folha (RPF) e índice de área foliar (IAF). Para a análise química dos nutrientes, amostras representativas dos diferentes órgãos da planta foram passadas em moinho tipo Willye e armazenadas para futura determinação dos elementos minerais. Para determinação da quantidade total de nutrientes acumulados em cada parte da planta, a concentração de cada nutriente foi multiplicada pela massa da matéria seca do referido órgão, em cada época de amostragem. O acompanhamento da produção de frutos foi realizado em área adicional, em 32 plantas selecionadas. A cultura do pinhão manso apresenta crescimento linear em altura e diâmetro da base nos primeiros anos de cultivo. O pinhão manso apresentou um período de repouso vegetativo bem definido, sendo este nos meses de março a setembro; a maior massa de matéria seca de folhas, massa de pecíolo e o maior número de folhas ocorrem no mês de dezembro de cada ano juntamente com a maior área foliar com incremento de mais de 100% neste parâmetro de um ano a outro; a taxa de crescimento absoluto (TCA) e o índice de área foliar apresentam maiores valores no final de cada ano, já a taxa de crescimento relativo (TCR), a razão de área foliar (RAF) e a razão peso de folhas apresentam maiores valores no início de cada ano; a produção do pinhão manso apresenta valores de 93 g por planta aos 18 meses de idade, com período de colheita nos meses de janeiro a julho na região. O acúmulo total de macronutrientes obedeceu a seguinte ordem decrescente: K>Ca>N>Mg>P>S, mesma ordem apresentada pelo caule, órgão este responsável pelo maior acúmulo de nutrientes. Os macronutrientes P, K e Mg apresentam redistribuição para o caule no período de senescência foliar. Nas sementes maduras a ordem de acúmulo de nutrientes encontrada foi: N>Ca>K>Mg>P>S, e no fruto inteiro foi: N>K>Ca>P>Mg>S. O acúmulo total de micronutrientes obedeceu a seguinte ordem: Mn>Fe>Zn>B>Cu>Mo, e em frutos maduros a ordem foi: Fe>Mn>B>Zn>Cu>Mo. Os micronutrientes Cu, Zn e Fe apresentam redistribuição para o caule no período de senescência foliar. A exportação de macronutrientes pelos frutos é elevada, sendo necessários 199, 69, e 306 kg ha -1 de N, P 2 O 5 e K 2 O, respectivamente para produção de 4000 g/planta em uma população de 1667 plantas ha -1. As recomendações de adubações de cobertura na região oeste do Paraná devem ser realizadas no período de setembro a março, dependendo do regime hídrico, sugerindo-se utilizar formulados com a relação N:P 2 O 5 :K 2 O de 2,88:1,0:4,4.
Abstract: The objective of the study was to evaluate the growth, the gait of absorption and accumulation of nutrients and the crop yield of jatropha in the western region of Paraná. For production of seedlings we used seeds coming from Dourados - MS, planting a seed in each tub of 120 cm3 of substrate. The time of formation of the seedlings was 60 days after sowing. The field experiment was carried out in the period of December 2009 to December 2011, in spaced of 3 x 2 , in an Oxisol dystrophic anagen bulbs (O D A) at the experimental station of Pato Bragado PR, belonging to the core of experimental stations of the State University of Paraná, under the geographical coordinates 24 39 43 S e 54 15 53 W and altitude of 247 meters. During the experimental conduction the fertilization of coverage with 40 kg ha -1 of N and 40 kg ha -1 of K 2 O annually. The experimental design was a completely randomized design with four replicates, and it used a plant of each block every 90, 180, 270, 360, 450, 540, 630 and 72 days after transplanting (DAT) which after the measures that were not destroyed were cut close to the soil and separated in leafs, stems, petioles and flower and fruit, and put up for drying. The assessments of the growth of the plants consisted of the measure of the height of the plant, the stem diameter number of leafs, area of the cup, mass of dry leaves, petiole, branches and fruits, when present, determination of leaf area LA, rate of absolute and relative growth (RAG and RRG), reason of leaf area (RLA), reason weight of leaf (RWL), and leaf area index (LAI). For the chemical analysis of nutrients, representative samples of the different components of the plant were passed in mill type Willye and stored for future determination of mineral elements. For determination of the total quantity of nutrients accumulated in each part of the plant the concentration of each nutrient was multiplied by the mass of the dry material of the said component in each time of sampling. The monitoring of fruit production, was performed in additional area, in 32 selected plants. The analysis data of growth, of dry material, concentration and accumulation of nutrients in each component were submitted to statistical analysis using the program Sigmaplot12. The cultivation of jatropha presents linear growth in height and diameter of the base in the early years of cultivation. The jatropha curcas has a period of vegetative rest well defined, and it is in the months of March to September; the greatest mass of dry leaves, mass of petiole and the highest number of leaves occur in the month of December of each year along with the largest leaf area with increments of more than 100% in this parameter from one year to another, the absolute growth rate (and the leaf area index (LAI) exhibit higher values at the end of each year, the relative growth rate, ratio of leaf area and the reason weight of leaves have higher values at the beginning of each year; the production of jatropha shows values of 93 g per plant at 18 months of age, with harvest period in the months of January to July in the region. The total accumulation of macronutrients followed the following descending order K, Ca,N,Mg,P,S. The macronutrients P, K, and Mg present redistribution to the stem in the period of leaf senescence. In the fruits (seed + shell) the order of accumulation was N,K,Ca, P, Mg, S. The total accumulation of micronutrients obeyed the following order: Mn, Fe, Zn, B, Cu, Mo and in ripe fruits the order was: Fe, Mn, B, Zn, Cu, Mo. The micronutrients Cu, Zn and Fe present redistribution to the stem in the period of leaf senescence. The export of macronutrients by fruits is high, and is needed 199,69 and 306 kg ha-1, of N, P 2 O 5 and K 2 O, respectively for the production of 4000 g/plant in a population of 1667 plants ha-1. The recommendations for fertilization of coverage in the western region of Paraná must be carried out in the period from September to march, depending on the water regime it is suggested to use formulated with the relationship N:P 2 O 5 , K 2 O of 2,88:1,0:4,4.
Keywords: Absorção
Macronutrientes
Micronutrientes
Jatropha curcas
Energia renovável
Absorption
Macronutrients
Micronutrients
Jatropha curcas
Renewable energy
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: FRANDOLOSO, Jucenei Fernando. Acúmulo de nutrientes e crescimento do pinhão manso no oeste do Paraná. 2013. 81 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1443
Issue Date: 23-Nov-2013
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jucenei_Frandoloso_20132.01 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.