Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1418
Tipo do documento: Dissertação
Title: Formulação de substrato para produção de basidiocarpos de Pycnoporus sanguineus
Other Titles: Formulation of substrate for production of Pycnoporus sanguineus basidiocarps
Autor: Martinazzo-Portz, Tatiane 
Primeiro orientador: Stangarlin, José Renato
Primeiro coorientador: Portz, Roberto Luis
Primeiro membro da banca: Kuhn, Odair José
Resumo: A composição bioquímica dos fungos pode variar com condições climáticas de cultivo e substrato. Diversas espécies têm mostrado atividades bioquímicas, como o Pycnoporus sanguineus, que se destaca pela coloração vermelho-alaranjada de seus basidiocarpos. Embora este fungo possua atividade antimicrobiana estudada em diversas áreas, como farmacêutica, industrial e agrícola, não há nenhum método para cultivo de basidiocarpos descrito na literatura. Este trabalho objetivou desenvolver substrato com resíduos madeireiros de Eucalyptus sp. para o cultivo de P. sanguineus e produção de basidiocarpos. Realizaram-se dois ensaios, in vitro e em substrato formulado, desenvolvidos na UNIOESTE, Campus de Marechal Cândido Rondon. Utilizou-se serragem de madeira de Eucalyptus sp., separada em duas granulometrias: inferior a 500 micra (G1) e entre 500 e 841 micra (G2). No ensaio in vitro utilizaram-se quatro isolados de P. sanguineus (Ps04, Ps08, Ps13 e Ps14), cultivados em placas de Petri contendo meio de cultura CBA acrescidos de serragem nas proporções de zero, 1, 5, 10 e 15%, para as duas granulometrias. Em cada placa foi repicado um disco de 0,5 cm contendo micélio e mantidos em ambiente escuro a 25±2ºC, até que o primeiro tratamento atingisse a borda da placa de Petri. Avaliou-se diâmetro de colônia, velocidade de crescimento do micélio, a massa fresca do micélio e a produção do pigmento cinabarina. O delineamento experimental foi DIC, em esquema fatorial 4x2x5, sendo quatro isolados de P. sanguineus, duas granulometrias de serragem de Eucalyptus sp. e cinco concentrações de serragem acrescidos ao meio de cultivo, ambos com seis repetições. No ensaio em substrato formulado, utilizou-se dois isolados de P. sanguineus (Ps08 e Ps14), cultivados em sacos de polipropileno de 28x16 cm, contendo serragem de Eucalyptus sp. e farelo de arroz, nas proporções de zero, 5 e 20%, nas granulometrias G1 e G2, com umidade de 75% e compactados a 0,5 g mL-1. Os substratos permaneceram 30 dias em BOD a 25±2ºC e então foram levados a casa de vegetação. Realizaram-se duas coletas de basidiocarpos, a primeira após 90 dias e a segunda após 180 dias do ensaio em casa de vegetação. A cada coleta avaliou-se o diâmetro, as massas fresca e seca, o número médio de basidiocarpos e a produção do pigmento cinabarina. Utilizou-se delineamento experimental DIC, em esquema fatorial 2x2x3, sendo dois isolados de P. sanguineus, duas granulometrias de serragem de Eucaliptus sp. e três concentrações de farelo de arroz adicionadas a serragem, ambos com seis repetições. Foi observado que a serragem de Eucalyptus sp. é apropriada para formulação de substrato para produção de basidiocarpos de P. sanguineus, sendo a que G1 mostrou melhores resultados apenas nos ensaios in vitro. Nos ensaios em substrato formulado, as duas granulometrias mostraram bons resultados produtivos para os isolados de P. sanguineus. O Ps08, nos ensaios em substrato formulado, teve produção de massa de basidiocarpos, enquanto o Ps14 mostrou maior teor de cinabarina nos basidiocarpos. Pode-se concluir que as características genéticas de potencial biológico dos isolados de P. sanguineus estão mais relacionados aos resultados produtivos que as características dos substratos utilizados nesta pesquisa
Abstract: The biochemical composition of fungi can vary with climatic conditions and cultivation substrate. Several species have shown biochemical activities, such as Pycnoporus sanguineus, which is highlighted by orange to red color of their basidiocarps. Although the antimicrobial activity verified in various fields such as pharmaceutical, industrial and agricultural, there is no method for growing basidiocarps described in the literature. This work aimed to develop a substrate with Eucalyptus sp. for the cultivation of P. sanguineus and production of basidiocarps. There were two assays, and in vitro and in formulated substrate, developed in the Unioeste, Campus of Marechal Cândido Rondon. We used sawdust of Eucalyptus sp. Separate in two particle sizes: less than 500 microns (G1) and between 500 and 841 microns (G2). In the in vitro assay were used four isolates of P. sanguineus (Ps04, Ps08, PS13 and PS14), grown in Petri dishes containing culture medium CBA plus sawdust in the proportions of zero, 1, 5, 10 and 15% for both sizes. In each dish was peaked a 0.5 cm disc containing mycelium and kept in dark at 25±2ºC, until the first treatment to reach the edge of the Petri dish. Was evaluated the diameter of colony, growth rate of mycelium, the fresh weight of mycelium and production of the pigment cinnabarin. The experiment was DIC in 4x2x5 factorial design, four isolates of P. sanguineus, two particle size of sawdust of Eucalyptus sp. and five concentrations of sawdust added to the culture medium, both with six repetitions. In the assay with formulated substrate, we used two isolates of P. sanguineus (Ps08 and Ps14), grown in polypropylene bags of 28x16 cm, containing sawdust of Eucalyptus sp. and rice bran. At zero, 5 and 20%, particle size in G1 and G2, with humidity of 75% and compacted to 0.5 g mL-1. The substrates remained 30 days in BOD at 25±2ºC, then taken to the greenhouse. Two havest of basidiocarps were made, at 90 and 180 days. Where were evaluated diameter, fresh and dry weight, the average number of basidiocarps and production cinnabarin. Was used experimental DIC in 2x2x3 factorial design, with two isolates of P. sanguineus, two particle size of sawdust of Eucalyptus sp. and three concentrations of rice bran added to sawdust, both with six repetitions. Was observed that the sawdust of Eucalyptus sp. is suitable for substrate for the production of basidiocarps of P. sanguineus, which is G1 showed better results only in vitro assays, while on substrate, the two particle sizes showed good results for the production isolates of P. sanguineus. The Ps08, produced more mass of basidiocarps, while the Ps14 showed higher content of cinnabarin in the basidiocarps. It can be concluded that the genetic characteristics of the biological potential of the isolates of P. sanguineus are more related to productive results that the characteristics of substrates used in this research
Keywords: Cinabarina
Eucalyptus sp.
Basidiomycetes
Cinnabarin
Eucalyptus sp. Basidiomycetes
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: MARTINAZZO-PORTZ, Tatiane. Formulação de substrato para produção de basidiocarpos de Pycnoporus sanguineus. 2011. 80 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1418
Issue Date: 28-Jun-2011
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tatiane_Portz_20111.29 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.