Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1417
Tipo do documento: Dissertação
Title: Custo adaptativo da indução de resistência por Saccharomyces boulardii em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.)
Other Titles: Fitness cost of induction resistance by Saccharomyces bouraldii in bean (Phaseolus vulgaris)
Autor: Müller, Sidnei Francisco 
Primeiro orientador: Stangarlin, José Renato
Primeiro coorientador: Portz, Roberto Luis
Primeiro membro da banca: Kuhn, Odair José
Resumo: O uso de produtos químicos como forma de controle das doenças do feijoeiro é uma prática consagrada para a cultura. Apesar de apresentar resultados satisfatórios para a maioria das doenças, trata-se de uma forma de controle que pode resultar em sérios riscos ao meio ambiente e a saúde humana. Dessa maneira, práticas de controle fitossanitário alternativas tem recebido maior importância, principalmente pela sua aplicabilidade direta por pequenos produtores. O controle alternativo engloba o controle biológico e a indução de resistência, que difere do primeiro por não agir sobre um microrganismo específico, mas por proporcionar que a planta tratada ative suas defesas latentes para estar preparada quando um patógeno tentar infectá-la. Moléculas de origem biótica e abiótica capazes de induzir resistência em plantas são chamadas elicitores. Dentre os de origem biótica, os extratos de leveduras como Saccharomyces cerevisiae, tem sido empregados como indutores de resistência para o controle de diversos patógenos de diferentes culturas. S. cerevisiae já vem sendo empregada com sucesso, mas busca-se constantemente outros organismos com capacidade de utilização no controle alternativo. Assim, a levedura Saccharomyces boulardii vem sendo pesquisada visando seu uso no controle biológico de patógenos de plantas. Em três ensaios de campo, nas safras das secas de 2009 e 2010, e das águas de 2009, utilizando o feijoeiro do grupo Rosinha, avaliou-se a possível eficiência da levedura S. boularddi como indutor de resistência e o custo adaptativo. Realizaram-se aplicações foliares com a levedura na sua forma comercial, com a massa de células obtida da filtragem do meio de cultura YEPG com essa levedura e com o filtrado desse meio. Foram avaliados a produtividade, massa de 100 grãos e número de grãos e vagens por planta. Constatou-se a baixa incidência de patógenos nos ensaios, impossibilitando sua mensuração por escala diagramática. Em virtude de ambiente em equilíbrio, pode ter havido o controle biológico dos patógenos, a teoria da trofobiose, ou mesmo a indução natural de resistência tanto por microrganismos atuantes nas plantas, por rizobacterias e pelo uso de biofertilizantes foliares. Não foram observadas diferenças significativas nos parâmetros avaliados, evidenciando possível ausência de custo metabólico pela aplicação da levedura. Esse possível custo adaptativo pode ter sido ocultado pelo estado nutricional equilibrado das plantas, assim como por possível indução de resistência em todos os tratamentos pelas condições locais de cultivo e manejos empregados. Em condições agrícolas nutricional e ambientalmente equilibradas, aplicações foliares da levedura S. boulardii não resultam em custo energético aparente
Abstract: The use of chemicals as a means of controlling bean diseases is an established practice for the crop. Despite the satisfactory results for most diseases, it is a form of control that can result in serious risk to the environment and human health. Thus, alternative pest control practices have received a great importance, mainly because of its direct applicability for small producers. The alternative control includes biological control and resistance induction, which differs from the first not to act on a specific microorganism, but for providing the plant treated to activate its latent defenses to be prepared when a pathogen trying to infect it. Molecules of biotic and abiotic origin capable of inducing resistance in plants are called elicitors. Among the biotic origin the extracts of yeasts such as Saccharomyces cerevisiae, has been used to induce resistance to control various pathogens from different cultures. S. cerevisiae has been successfully employed, but constantly seeks other organisms capable of use in alternative control. Thus, the yeast Saccharomyces boulardii has been researched to its use in biological control of plant pathogens. In three field assays in dry seasons of 2009 and 2010, and rain season used in 2009, using the bean group Rosinha, was evaluated the effectiveness of the yeast S. boularddi as inducer of resistance and the methabolic cost embedded in it. Foliar applications were carried out with yeast in commercial form, with the mass of cells obtained from the filtering medium YEPG with this yeast and with the filtrate of the medium. The yield, weight of 100 grains, grain number per plant and pods were evaluated. It was noted the low incidence of pathogens in the assays, precluding their measurement by diagrammatic scale. Because the balanced environment, there may have been the biological control of pathogens, the theory of trophobiosis, or even the induction of natural resistance both by microorganisms acting in plants, by rhizobacteria and by the use of biofertilizers leaf. There were no significant differences in parameters, indicating a possible absence of metabolic cost for the application of yeast. This possible fitness cost may have been obscured by the nutritional balance of plants, as well as possible induction in all treatments by local conditions of cultivation and management used. Under agricultural and environmentally balanced nutrition, foliar applications of yeast S. boulardii did not result in apparent metabolic cost
Keywords: Custo metabólico
Controle biológico
Resistência induzida
Metabolic cost
Biological control
Induced resistance
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: MÜLLER, Sidnei Francisco. Custo adaptativo da indução de resistência por Saccharomyces boulardii em feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.). 2011. 43 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1417
Issue Date: 27-Jun-2011
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sidnei_Muller_2011402.1 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.