Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1405
Tipo do documento: Dissertação
Title: Produção de mudas de pêra por dupla-enxertia em interenxertos de marmeleiro utilizando o porta-enxerto japonês
Other Titles: Pear seedling production by double grafting in quince using 'japonês' as rootstock
Autor: Seifert, Karine Ester 
Primeiro orientador: Pio, Rafael
Primeiro coorientador: Guimarães, Vandeir Francisco
Primeiro membro da banca: Echer, Márcia de Moraes
Segundo membro da banca: Detoni, Alessandra Maria
Resumo: Plantas de pereira quando enxertadas em marmeleiros apresentam porte reduzido. O marmeleiro Japonês poderia ser uma opção como porta-enxerto, no entanto pesquisas revelaram incompatibilidade ainda no viveiro. Buscando aperfeiçoar a produção de mudas de pêra utilizando interenxerto, o objetivo do presente trabalho foi desenvolver uma tecnologia de produção de mudas de pereira utilizando marmeleiro Japonês como porta-enxerto para pereiras rústicas através da utilização enxerto de marmeleiro, adotando o processo de dupla-enxertia. Borbulhas e garfos das pereiras Seleta e Triunfo foram enxertados pelo processo de borbulhia e garfagem em garfos de 15 cm dos marmeleiros Portugal , Provence , Mendoza Inta-37 e Smyrna . Os garfos enxertados foram armazenados em câmara fria (4ºC) por 24 horas. Em seguida foram enxertados pelo processo de garfagem em porta-enxertos do marmeleiro Japonês . Os tratamentos foram arranjados no esquema fatorial 2 x 2 x 4, sendo o primeiro fator composto pelas duas cultivares de pêra ( Seleta e Triunfo ), o segundo fator pelo processo de enxertia da cultivar copa (garfagem e borbulhia) e o terceiro fator pelos interenxertos de marmeleiro ( Portugal , Provence , Mendoza Inta-37 e Smyrna ), totalizando 16 tratamentos, com quatro repetições e cinco enxertos por unidade experimental, com um montante de 320 porta-enxertos e adotado o delineamento estatístico inteiramente casualizado (DIC). Passados 60 dias, foi mensurada a porcentagem de brotação dos enxertos e dos interenxertos, repetidas aos 120 dias, além do diâmetro e comprimento médio dos enxertos e a massa seca. Concluiu-se que a dupla-enxertia foi viável na produção de mudas interenxertadas de pereira no porta-enxerto Japonês , utilizando como interenxerto marmeleiros de gênero Cydonia, também concluiu-se que reduziu o tempo na produção de mudas das pereiras e não apresentou incompatibilidade visual no viveiro, além que a garfagem foi o melhor método de enxertia, no qual o cultivar Seleta apresentou maior crescimento dos enxertos e o interenxerto Smyrna sendo que propiciou maior brotação dos enxertos de pêra e o Mendoza Inta-37 maior diâmetro
Abstract: Pear tree when grafted in quince rootstock they present reduced load. The Japonês quince tree could be an option a rootstock, however researches still revealed incompatibility in the nursery. Looking for to improve the seedlings production of pear using intergrafting, the objective of the present work went to develop a technology for producing seedlings of pear using 'Japonês' quince as a rootstock for pear through the use rustic graft quince, adopting the double-grafting process. Buds and cleft of the pear trees Seleta and Triunfo was grafted by the budding and cleft grafting, in cleft of 15 cm of the Portugal , Provence , Mendoza Inta-37 and Smyrna quince tree. The grafted were stored in cold camera (4ºC) for 24 hours. The cleft were grafted in Japonês roostock by cleft grafting. The treatments arranged in a 2 x 2 x 4 factorial scheme, the first factor composed of two pear cultivars ( Seleta and Triunfo ), the second factor by grafting the scion (grafting and budding) and the third factor by interstock of quince ( Portugal , Provence , Mendoza Inta-37 and Smyrna ), totaling 16 treatments with four replicates and five grafts per experimental unit, a total of 320 rootstocks and adopted DIC. After 60 days, the percentage of sprouting of the grafts and the filters were evaluated, repeated to the 120 days, besides the diameter and medium length of the grafts and the dry mass. The double-grafting is viable in the seedlings production pear tree intergrafting in the Japonês rootstocks, using with intergrafting Cydonia quince tree, also concluded that reduced the time the seedlings of pear and did not show visual incompatibility in the nursery, and the grafting was the best method of grafting, in which the cultivar Seleta showed higher growth of the grafts and interstock Smyrna and resulted in higher budding graft pear and Mendoza Inta-37 higher diameter
Keywords: Cydonia oblonga
Chaenomeles sinensis
Propagação
Tecnologia
Cydonia oblonga
Chaenomeles sinensis
Technology
Propagation
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: SEIFERT, Karine Ester. Produção de mudas de pêra por dupla-enxertia em interenxertos de marmeleiro utilizando o porta-enxerto japonês. 2010. 46 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1405
Issue Date: 5-Feb-2010
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Karine_Seifert_20101.04 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.