Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1387
Tipo do documento: Dissertação
Title: Formas de potassio em solos do estado do parana e sua disponibilidade para as plantas em cultivos sucessivos
Other Titles: Forms of potassium in soils of the state of parana and their availability to plants in successive crops
Autor: Steiner, Fábio 
Primeiro orientador: Lana, Maria do Carmo
Primeiro coorientador: Giarola, Neyde Fabíola Balarezo
Primeiro membro da banca: Costa, Mônica Sarolli Silva de Mendonça
Segundo membro da banca: Fey, Rubens
Resumo: A absorção de K pelas plantas, em geral, e maior que a quantidade inicial de K trocável, indicando que formas não-trocáveis contribuem no suprimento deste nutriente as plantas. Assim, o presente trabalho teve como objetivos (a) determinar as formas de K total, K não-trocável, K trocável e K na solução do solo; (b) determinar o poder tampão de potássio dos solos; (c) avaliar a capacidade de suprimento de potássio nativo e adicionado a uma sucessão de cultivos; e (d) avaliar a contribuição das diferentes formas de potássio do solo no suprimento a uma sucessão de cultivos. Neste estudo foram conduzidos dois ensaios em casa de vegetação no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Candido Rondon, PR, no período de outubro de 2008 a novembro de 2009. Amostras superficiais (0 20 cm) de 12 solos coletadas em diferentes regiões do Estado do Paraná, foram submetidas a adição ou não de fertilizante potássico (KCl) e a seis cultivos sucessivos (soja, milheto, trigo, feijão, soja e milho). As plantas foram cultivadas ate aproximadamente 40 dias apos a emergência, sendo determinada a produção de matéria seca e o teor de K. Nas amostras iniciais e naquelas coletadas apos o segundo, quarto e sexto cultivo foram determinadas as formas de K total, não-trocável, trocável e na solução do solo. As formas de K do solo apresentaram grande amplitude de valores em função do material de origem e do grau de intemperismo do solo. A textura do solo influenciou o poder tampão de potássio (PTK) que apresentou valores entre 1,28 e 12,79 (mmolc kg-1)/(mmol L-1)0,5. Os solos se diferenciaram na capacidade de suprimento de K aos cultivos, havendo uma contribuição importante de formas não trocáveis durante os seis cultivos que variou de 0 a 17,7% com adição de fertilizante potássico e de 44,1% a 72,9% sem adição de fertilizante potássico. Após o segundo cultivo os teores de K trocável mantiveram-se constantes com valores médios de 141 e 36 mg kg-1, com e sem a adição de fertilizante potássico, respectivamente
Abstract: Potassium uptake by plants, in general, is greater than the initial amount of exchangeable K, indicating that non-exchangeable participate in supplying this nutrient to plants. Thus, this study aimed (a) determine the forms of K total, non-exchangeable K, exchangeable K and K in soil solution, (b) determine the buffering capacity of soil potassium, (c) evaluate the ability of potassium supply native and added to a succession of crops, and (d) evaluate the contribution of different forms of potassium in the soil to supply a succession of crops. In this study two experiments were conducted in a greenhouse at the Center for Agricultural Sciences, State University of West Parana, Marechal Candido Rondon, PR, from October 2008 to november 2009. Surface samples (0-20 cm) of 12 soils collected from different regions of Parana State, were subjected to the addition or not of potassium fertilizer (KCl) and the six successive crops (soy, millet, wheat, beans, soybeans and corn). Plants were grown until approximately 40 days after emergence and determined the dry matter production and K content of In the initial samples and those collected after the second, fourth and sixth batch were certain forms of K total, non-exchangeable, exchangeable and soil solution. The forms of soil K showed a large range of values depending on the source material and the degree of weathering of the soil. Soil texture affected the buffering capacity of potassium (PTK), which presented values between 1.28 and 12.79 (mmolc kg-1)/(mmol L-1)0.5. The soils differed in the ability to supply K to the crops, with an important contribution of non-exchangeable forms in the six crops that ranged from 0 to 17.7% with addition of potassium fertilizer and 44.1% to 72.9% without the addition of potassium fertilizer. After the second crop contents of exchangeable K remained constant with average values of 141 and 36 mg kg-1, with and without the addition of potassium fertilizer, respectively
Keywords: Disponibilidade de potássio
Capacidade de suprimento de potássio
Poder tampão de potassio
Potassium availability
Potassium capacity to supply
Buffering capacity of potassium
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:ENGENHARIA AGRICOLA:ENGENHARIA DE AGUA E SOLO:CONSERVACAO DE SOLO E AGUA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: STEINER, Fábio. Formas de potassio em solos do estado do parana e sua disponibilidade para as plantas em cultivos sucessivos. 2010. 90 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1387
Issue Date: 4-Feb-2010
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fabio_Steiner_20101.94 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.