Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1319
Tipo do documento: Dissertação
Title: Composição química da soja (Glicine max (L.) Merril) em conversão para agricultura orgânica considerando as condições climáticas do oeste do Paraná
Other Titles: Chemical composition of the soybean (Glycine max (L.) Merril) grains obtained on conventional and organic agriculture considering climatic conditions from western Paraná, Brazil
Autor: Justen, Gisele Cristina 
Primeiro orientador: Klosowski, élcio Silvério
Primeiro membro da banca: Seidel, Edleusa Pereira
Segundo membro da banca: Gonçalves Júnior, Affonso Celso
Resumo: O objetivo deste trabalho foi comparar a composição química da soja em conversão para agricultura orgânica - 1° ano em conversão (C1), 2° ano em conversão (C2) e 3° ano em conversão ou orgânica (C3) conhecendo os dados meteorológicos do local de cultivo. A cultivar utilizada foi a CD-216, proveniente da safra 2005/2006, do Município de Santa Helena/PR. As variáveis estudadas foram o teor de umidade, a composição centesimal (proteína, óleo, cinzas e carboidratos), o teor de minerais (P, K, Ca, Mg, Zn, Cu, Fe e Mn) e o teor de isoflavonas dos grãos. Considerando os três anos em conversão, alguns fatores diferiram significativamente. O teor de umidade em C1 (8,43 %) diferiu significativamente de C2 (9,04 %). Para os teores de óleo e de cinzas observou-se diferença significativa entre os três anos. Os teores mais elevados de óleo (21,1%) e de cinzas (4,79%) foram encontrados em C3. Não houve diferenças significativas entre os tratamentos para o teor de proteína e de carboidratos, porém os maiores teores foram encontrados em C1. Em relação aos minerais, ocorreram diferenças significativas entre todos os componentes estudados, à exceção do N. As concentrações de P, K e Cu foram significativamente maiores em C1. As concentrações de Mg em C1 e C2 foram semelhantes, diferindo significativamente em C3. As concentrações de Ca, Zn e Mn foram significativamente maiores em C3. A concentração de Fe foi significativamente maior em C2. O teor de isoflavonas totais diferiu significativamente entre C1, C2 e C3, sendo superior em C3. As isoflavonas Daidzina, Genistina e Malonil-Genistina demonstraram diferenças significativas entre os anos em conversão. Essas isoflavonas também apresentaram maiores teores em C3. As isoflavonas Malonil-Daidzina, Daidzeína, Genisteína também apresentaram valores mais expressivos em C3, porém não diferiram significativamente
Abstract: The objective of this work was to compare the chemical composition of the soy in conversion for organic agriculture - 1° year in conversion (C1), 2° year in conversion (C2) and 3° year in organic conversion or (C3) - being known the data meteorological of the culture place. To cultivate used it was the CD-216, proceeding from harvest 2005/2006, the City of Santa Helena/PR. The studied variables had been the text of humidity and the centesimal composition (protein, oil, ashes and carbohydrates), the mineral text (P, K, Ca, Mg, Zn, Cu, Fe and Mn) and the text of isoflavones of the grains. Considering the three years in conversion, some factors had differed significantly. The text of humidity in C1 (8,43 %) differed significantly from C2 (9,04 %). For leached ashes and oil texts significant difference between the three years was observed. The raised texts more of oil (21,1 %) and leached ashes (4,79%) had been found in C3. It did not have significant differences between the treatments for the text of protein and carbohydrates, however the biggest texts had been found in C1. In relation to minerals, the studied components had occurred significant differences between all, to the exception of the N. The concentrations of P, K and Cu had been significantly bigger in C1. The concentrations of Mg in C1 and C2 had been similar, differing significantly in C3. The concentrations of Ca, Zn and Mn had been significantly bigger in C3. The concentration of Fe was significantly bigger in C2. The text of total isoflavones differed significantly between C1, C2 and C3, being superior in C3. Isoflavones Daidzina, Genistina and Malonil-Genistina had demonstrated significant differences between the years in conversion. These isoflavones had also presented greaters texts in C3. Isoflavones Malonil-Daidzina, Daidzeína, Genisteína had also presented expressives values in C3, however they had not differed significantly
Keywords: Proteína
Óleo
Composição centesimal
Minerais
Isoflavonas
Protein
Oil
Centesimal composition
Minerals
Isoflavones
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Produção Vegetal
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Nível Mestrado
Citation: JUSTEN, Gisele Cristina. Chemical composition of the soybean (Glycine max (L.) Merril) grains obtained on conventional and organic agriculture considering climatic conditions from western Paraná, Brazil. 2007. 68 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Marechal Cândido Rondon, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1319
Issue Date: 20-Aug-2007
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gisele Cristina Justen.pdf453.08 kBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.