Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1317
Tipo do documento: Dissertação
Title: Características agronômicas, adaptabilidade e estabilidade produtiva de genótipos de quinoa
Other Titles: Agronomic characteristics, adaptability and stability of genotypes of quinoa
Autor: Egewarth, Vanessa Aline 
Primeiro orientador: Vasconcelos, Edmar Soares de
Primeiro membro da banca: Echer, Márcia de Moraes
Segundo membro da banca: Tsutsumi, Cláudio Yuji
Terceiro membro da banca: Klein, Jeferson
Resumo: O consumo de quinoa vem crescendo no mundo devido seu alto valor nutricional e variabilidade genética, podendo ser uma alternativa na diversificação da produção, entretanto os estudos com a cultura ainda estão restritos à região do cerrado, tornando necessário disponibilizar cultivares adaptadas à região sul do Brasil. Assim, este estudo foi conduzido com o objetivo de caracterizar e analisar a adaptabilidade e estabilidade de genótipos de Chenopodium quinoa Willd pertencentes ao Programa de Melhoramento de Quinoa da Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE. Foram conduzidos quatro experimentos sendo três deles no campo experimental de Entre Rios do Oeste e um em Marechal Cândido Rondon. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, composto de treze (apenas o primeiro experimento) e dezesseis genótipos de C. quinoa selecionados dentro das populações de Quinoa Real, Cherry Vanilla, Brilliant Rainbow e Quinoa Orange, em três repetições. Os parâmetros avaliados foram: número de dias para a floração, altura de plantas na floração, ciclo, altura de plantas na maturação, altura de inserção da primeira inflorescência, população de plantas, produtividade, teor de saponina e umidade. Utilizaram-se as metodologias: Eberhart e Russell, Lin e Binns, adaptado por Carneiro, e o Método Integrado para determinação da estabilidade e adaptabilidade fenotípica da produtividade. A altura de plantas na floração variou de 0,75 a 1,09 m e de 0,80 a 0,91 m nos experimentos, respectivamente. No primeiro experimento o genótipo Q13-17, com a maior produtividade, levou apenas 46,57 dias após a semeadura para florescer, sendo tempo inferior à outros onze genótipos. Todos os genótipos avaliados são considerados amargos, apresentam ciclo precoce e altura da primeira inflorescência suficiente para possibilitar a colheita mecanizada. Os genótipos Q13-04, Q13-20, Q13-21, Q13-24 e Q2014 foram classificados como estáveis pelos métodos propostos por Eberhart e Russell e o de Lin e Binns adaptado por Carneiro. Houve concordância entre os métodos de Eberhart e Russell e Integrado para os genótipos Q13-01, Q13-06, Q13-10, Q13-18 e Q13-20, os quais possuem adaptabilidade geral aos ambientes estudados. Todos os métodos apontaram o genótipo Q13-02 como o de menor adaptabilidade e estabilidade fenotípica, sendo este passível de descarte do Programa de Melhoramento de quinoa. Os genótipos Q13-04, Q13-06, Q13-17, Q13-21 e Q2014 apresentam características agronômicas como potencial produtivo, ciclos precoces, e altura da primeira inflorescência suficiente para possibilitar a colheita mecanizada, além de estabilidade e adaptabilidade fenotípica às condições ambientais da Região Oeste do Paraná, podendo ser lançadas como novas variedades adaptadas à regiões com condições ambientais semelhantes ao do estudo
Abstract: The consumption of quinoa is growing in the world because of its high nutritional value and genetic variability and may be an alternative for the diversification of production, however studies in culture are still restricted to the Cerrado region, making it necessary to provide cultivars adapted to southern Brazil . This study was conducted in order to characterize and analyze the adaptability and stability quinoa Willd genotypes belonging to the Quinoa Improvement Program, State University of Paraná West - UNIOESTE. Four experiments were conducted three of them in the experimental field of Entre Rios do Oeste and one in Rondon. The experimental design was randomized blocks, composed of thirteen (only the first experiment) and sixteen genotypes of C. quinoa selected within populations of Royal Quinoa, Cherry Vanilla, Brilliant Rainbow Quinoa and Orange, in three replications. The parameters evaluated were: number of days to flowering, plant height at flowering, cycle, plant height at maturity, the first inflorescence insertion height, plant population, productivity, saponin content and moisture. the methodologies were used: Eberhart and Russell, Lin and Binns, adapted by Aries, and the Integrated Method for determination of stability and phenotypic adaptability productivity. Plant height at flowering ranged from 0.75 to 1.09 m, and 0.80 to 0.91m in the experiments, respectively. In the first experiment the Q13-17 genotype with higher productivity, only took 46.57 days after sowing to flower, and time below the eleven genotypes. All genotypes are considered bitter, presented early cycle and height of the first inflorescence enough to allow mechanized harvesting. The Q13-04 genotypes, Q13-20, Q13-21, Q13-24 and Q2014 were classified as stable by the methods proposed by Eberhart and Russell and Lin and Binns adapted by Carneiro. There was agreement between the methods of Eberhart and Russell and Integrated for Q13-01 genotypes, Q13-06, Q13-10, Q13-18 and Q13-20, which have high adaptability to the environments studied. All methods showed the Q13-02 genotype as the least adaptability and phenotypic stability, which is subject to disposal quinoa Improvement Program. The Q13-04, Q13-06 genotypes, Q13-17, Q13-21 and Q2014 have agronomic characteristics such as yield potential, early cycles, and time of the first inflorescence enough to allow mechanized harvesting, as well as stability and phenotypic adaptability to environmental conditions the Western Region of Paraná and may be released as new varieties adapted to areas with environmental conditions similar to the study
Keywords: Melhoramento
Produtividade
Chenopodium quinoa Willd
Improvement
Productivity
Chenopodium quinoa Willd
CNPq areas: CIÊNCIAS AGRÁRIAS:AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Centro de Ciências Agrárias
Program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Campun: Marechal Cândido Rondon
Citation: EGEWARTH, Vanessa Aline. Características agronômicas, adaptabilidade e estabilidade produtiva de genótipos de quinoa. 2016. 68 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1317
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia (MCR)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vanessa_Egewarth_20161.01 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.