Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1213
Tipo do documento: Dissertação
Title: Abrangência espacial e temporal da morfogênese e pedogênese no Planalto de Palmas (PR) e Água Doce (SC): subsídio ao estudo da evolução da paisagem quaternára
Other Titles: Space and temporary inclusion of the morfogênese and pedogênese in the Plateau of Palmas (PR) and Água Doce (SC): subsidy to the study of the evolution of the quaternary landscape
Autor: Guerra, Simone 
Primeiro orientador: Paisani, Julio Cesar
Primeiro membro da banca: Pontelli, Marga Eliz
Segundo membro da banca: Lima, Gisele Leite de
Terceiro membro da banca: Correa, Antonio Carlos de Barros
Resumo: Este trabalho apresenta a abrangência espacial e temporal da morfogênese e pedogênese no Planalto de Palmas (PR) e Água Doce (SC): subsídio ao estudo da evolução da paisagem quaternária, a partir de cinco seções estratigráficas, bem como a utilização de informações preponderantes, estabelecidas por Paisani et al., (submetido a) na seção HS1. Tal levantamento contou com descrições de unidades litológicas e pedológicas, juntamente com análises laboratoriais, como granulometria, teor de carbono e matéria orgânica, descrição micromorfológica e datação do 14C. Por meio das descrições, identificou-se nas seções depósitos de colúvio, colúvio aluviais, solos enterrados (Neossolos flúvicos) e paleocanais de 1ª e 2ª ordem colmatados, verificados nas seções HS1, HS2, HS4 e HS6. Os resultados evidenciaram, nas seções, registros estratigráficos com idades do Pleistoceno Superior ao Holoceno, referentes aos Estágios Isotópicos Marinhos 3, 2 e 1. Como os paleossolos verificados nas seções apresentam idades datadas de 41.000 a 25.000 anos AP, correspondendo ao Pleistoceno Superior, conclui-se que neste período o ambiente, tanto de fundo de vale quanto de encosta, se encontrava em equilíbrio ambiental (estabilidade) promovendo a pedogênese, com formação de neossolos flúvicos, com horizonte A húmico, similares a de outras localidades, atestando uma fase de estabilidade de cunho regional. No limite Pleistoceno/Holoceno, verificaram-se fases alternadas de morfogênese pedogênese, responsáveis pela formação de unidades coluviais, colúvio-aluviais e horizontes pedológicos. Já no início do Holoceno, foi verificado uma intensa fase de morfogênese, com erosão (degradação) das encostas e colmatação (agradação) dos fundos de vale de baixa ordem hierárquica, perdurando até cerca de 1.000 anos AP. Após 1.000 anos AP, correspondendo ao último milênio, o ambiente entra em equilíbrio (estabilidade) com atuação da pedogênese, formando Neossolos com horizonte A húmico. De maneira geral, o levantamento do registro estratigráfico na área de estudo revelou informações importantes acerca dos eventos que estiveram presentes na sua evolução. Tais eventos indicam que a paisagem possui sua evolução relacionada a fases alternadas de estabilidade/instabilidade, com processo de degradação/agradação e pedogênese com formação de Neossolos.
Abstract: This work presents the space and temporary inclusion of the morfogênese and pedogênese in Palmas (PR) and Água Doce (SC) Plateau: subsidy to the study of the evolution of the quaternary landscape, starting from five stratigraphic sections, as well as the use of preponderant information, established by Paisani et al. (submitted a) in the section HS1. This survey included descriptions of lithological and pedological units, along with laboratory tests, such as granulometry, carbon content and organic matter, micromorphological description and dating of 14C. By means of the description, it was identified in the sections deposits of colluvium, colluvial-alluvial, buried grounds (fluvisol Neosoils) and paleochannels of 1st and 2nd order filled out, verified in sections HS1, HS2, HS4 and HS6. The results showed, in the sections, stratigraphic records with ages of Higher Pleistocene to the Holocene, referring to the Marine Isotopic stages 3, 2 and 1. As seen in paleosoils verified in the sections present ages dated from 41,000 to 25,000 years AP, corresponding to the Higher Pleistocene, can be concluded that the environment in this period, both valley bottom and slope, was in the environmental balance (stability) promoting the pedogenesis, with formation of fluvisol Neosoils, with humic A horizon, similar to other localities, confirming a stability phase of a regional stamp. In the limit Pleistocene / Holocene, it was verified alternating phases of morphogenesis pedogenesis, responsible by the formation of colluvial units, colluvialalluvial and pedological horizons. In the beginning of the Holocene, it was verified an intense phase of morphogenesis, with erosion (degradation) of the hillsides and completion (aggradation) of the valleys of low hierarchical order, lasted until about 1,000 years AP. After 1,000 years AP, corresponding to the last millennium, the environment enter in balance (stability) with the performance of pedogenesis, forming Neosoils with humic A horizon. Overall, the surveying of the stratigraphic record in the study area revealed important information about the events that were present in its evolution. These events indicate that the landscape has its evolution related to alternated phases of stability / instability, with degradation / aggradation and pedogenesis with formation of Neosoils.
Keywords: Formações Superficiais
Estratigrafia
colúvio
paleossolo
Planalto de Palmas/Água Doce
Superficial formations
stratigraphy
colluvium
paleosoils
Palmas / Água Doce Plateau
CNPq areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Idioma: por
País: BR
Publisher: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Sigla da instituição: UNIOESTE
Departamento: Produção do Espaço e Meio Ambiente
Program: Programa de Pós-Graduação em Geografia
Citation: GUERRA, Simone. Space and temporary inclusion of the morfogênese and pedogênese in the Plateau of Palmas (PR) and Água Doce (SC): subsidy to the study of the evolution of the quaternary landscape. 2012. 102 f. Dissertação (Mestrado em Produção do Espaço e Meio Ambiente) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Francisco Beltrão, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/1213
Issue Date: 15-Mar-2012
Appears in Collections:Mestrado em Geografia (FBE)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Simone_Guerra.pdf8.96 MBAdobe PDFView/Open Preview


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.